Presidente da Tunísia fecha o parlamento e assume o poder no país após protestos


247 – O presidente da Tunísia, Kais Saied, demitiu o primeiro-ministro Hichem Mechichi, fechou o parlamento e assumiu o poder no país neste domingo (25).

Segundo a agência de notícias France-Press (AFP), Saied anunciou as medidas após uma reunião de emergência realizada depois que milhares de tunisianos foram às ruas em protesto contra o governo.

Na capital, Túnis, os manifestantes se reuniram em frente ao parlamento, gritando slogans contra o partido governista Ennahdha, de inspiração islâmica.

Protestos contra o governo na Tunísia

Protestos contra o governo na Tunísia (Foto: REUTERS/Zoubeir Souissi)