Prêmio Escola que Colabora: unidades de ensino de Nova Venécia são contempladas • SiteBarra

Prêmio Escola que Colabora: unidades de ensino de Nova Venécia são contempladas

Nesta quarta-feira, 24, a Secretaria de Educação de Nova Venécia esteve em Vitória a convite do Governo do Estado para a cerimônia de entrega do prêmio “Escola que Colabora”. Representando o município, estavam presentes as três diretoras das escolas contempladas, a coordenadora municipal do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) na Seme e a secretária municipal de educação interina.

O prêmio reconhece os bons resultados obtidos pelas escolas públicas na alfabetização das crianças capixabas, que em Nova Venécia são a EMEF Dr Renato Araújo Maia, a EMEIEF Cedrolândia e a EMEF Bairro Altoé.

As escolas com altos indicadores educacionais são definidas como escolas premiadas e as escolas com baixos indicadores educacionais, como escolas apoiadas, e receberão, respectivamente, recursos financeiros, mediante depósito em conta específica do Conselho de Escola da Unidade de Ensino, no valor de R$ 70 mil e R$ 50 mil.

As maiores e menores médias no Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes), são calculadas com base no Índice de Resultado da Escola (IRE), nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

A classificação das escolas, realizada com base no IRE, apresenta uma síntese do resultado da unidade escolar, aferido pelo Paebes 2019, para cada ano do ensino fundamental participante da edição do prêmio e disciplina avaliada. O IRE é a média das pontuações atribuídas aos padrões de proficiência, ponderada pelas porcentagens de alunos em cada nível.

O governador do Estado, Renato Casagrande, presente na solenidade, solicitou o pronunciamento da Escola Apoiada em Nova Venécia. A diretora de EMEF Bairro Altoé fez um discurso emocionante sobre a realidade da comunidade. “Agradeço o convite da gestão municipal por acreditar no nosso trabalho. Estou nessa função hoje porque o prefeito e a secretária tomaram conhecimento do nosso trabalho social com as crianças do bairro, que fica numa região de vulnerabilidade social. O projeto, que é voltado para o esporte, acredita no potencial de nossas crianças. O prêmio não poderia ter vindo em uma hora melhor e vai alavancar algumas de nossas ações tão sonhadas”, disse.

“Também fomos contemplados com o Programa Capixaba de Fomento à Implementação de Escolas Municipais de Ensino Fundamental em Tempo Integral (PROETI), e todas essas ações do Governo do Estado, articuladas junto ao município, fará muita diferença rumo a uma educação de qualidade e com equidade”, completou.

As escolas já foram cadastradas e o próximo passo é a elaboração do Plano de Ação Técnica e Pedagógica, documento no qual constarão os objetivos e as ações pedagógicas a serem realizadas pelas escolas premiadas e apoiadas no período de até dois anos e deve ser entregue até o próximo dia 30.

Segundo a secretária de Educação interina, depois da divulgação do nome das unidades de ensino contempladas no Diário Oficial, a Secretaria de Estado de Educação (Sedu), já realizou duas formações com os diretores escolares para tratar das documentações alusivas ao Prêmio.

“Estamos honrados em receber o Prêmio e o dedicamos a todos os profissionais envolvidos, que, em 2019, se empenharam para elevação dos índices de alfabetização. Agora, nossa meta é manter a qualidade e assegurar que ela chegue a todos estudantes, afinal, o objetivo do Prêmio é melhorar o ensino aprendizagem e, por consequência, os indicadores educacionais nos municípios”, concluiu.