Prefeituras atrasam envio de dados e “painel estadual de Coronavírus” perde credibilidade

O painel de acompanhamento do Coronavírus criado pelo Governo do Espírito Santo não tem precisão nos números.

Devido ao atraso no envio de dados pelas prefeituras, os números divulgados pelo Estado não conferem com a realidade e a credibilidade foi comprometida.

No início, as prefeituras enviavam os dados durante o dia e no fim da tarde o painel era atualizado, informando o número atual de casos confirmados, óbitos e pessoas curadas em todas as cidades do Espírito Santo.

Com o aumento do interesse da população em saber as informações, as prefeituras passaram a atrasar o envio, retendo a informação e divulgando somente após a atualização do painel Estadual. A estratégia, segundo alguns servidores municipais, é para atrair para as prefeituras a atenção que estava sendo direcionada para o governo do Estado.

Para se ter uma ideia, o painel estadual informa que é atualizado diariamente às 17h. Com isso, prefeituras passaram a divulgar os número após esse horário. Algumas divulgam às 17:30, outras às 19 horas e algumas seguram até às 20h.

Na região, Ecoporanga, Nova Venécia e Barra de São Francisco são exemplos mais claros da diferença. Os números no painel do estado indicam números menores que os boletins divulgados pelas prefeituras.

Em Barra de São Francisco os números são divulgados às 19h. Na maioria das vezes, os números são maiores que os do painel. Apenas quando há erro da equipe é que o painel fica com número maior, como aconteceu na quinta-feira, veja aqui.

Com isso, o número real só chega ao painel estadual dois ou três dias após ser confirmado.

Para quem está em outros municípios ou estados e acompanha o painel estadual, a impressão é que os municípios estão com números menores, porém, ao confrontar com os dados divulgados nas redes sociais, confirma-se que a diferença pode ser grande.

O governo Estadual não informou se mudará o horário de atualização.

Leia mais

Leia também