Prefeitura vai demolir calçadas na Av. Jones dos Santos Neves, no centro de Barra de São Francisco

Compartilhe

A Prefeitura de Barra de São Francisco, através da Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, vai demolir todas as calçadas já construídas no perímetro de 260 metros entre a esquina da rua Elizeu Divino e a travessa Pedro Coimbra, na avenida Jones dos Santos Neves, para implantar o novo projeto de calçada cidadã.

O comunicado foi divulgado na tarde desta terça-feira, 29, pelo prefeito Enivaldo dos Anjos e pela secretária municipal de Obras e urbanismo, arquiteta Marianne Cortes Cavalcante Faroni.

Nesta segunda-feira, 28, a pasta já havia anunciado que o novo calçadão terá 3,7 metros de largura, piso antiderrapante e tátil (para deficientes visuais), além de três rampas de acesso para deficientes físicos, cumprindo, com sobras, todas as normas da NBR 9050, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para construção de calçadas.

De acordo com a secretária, a demolição se faz necessária para que o projeto atenda aos objetivos de dar conforto ao pedestre. “Nós estamos notificando os proprietários de lojas e imóveis residenciais a partir de hoje, 29, e a partir de amanhã já devemos começar os serviços. No entanto, para não trazer muitos transtornos, as obras serão feitas pouco a pouco. Vamos demolir duas lojas de cada vez.”

Marianne explica ainda que a calçada vai seguir o nível da rua e todo o custo da obra será bancado pelo município. No entanto, as lojas que não estiverem adequadas ao projeto, terão fazer os acessos para dentro do seu espaço e não como era feito até hoje, em cima do espaço público, que pertence ao município e ao pedestre”, observa.

Comunicado

“Conforme o Parágrafo Único da Seção Vfff da Lei 44/87, que dispõe do Código de Obras Municipal: “Em determinadas vias a Prefeitura Municipal poderá determinar a padronização da pavimentação dos passeios, por razões de ordem técnica e estética.

Em função disso, serão demolidas as calçadas existentes no trecho de intervenção, e será executada a reforma e ampliação dos passeios afim de assegurar a acessibilidade e mobilidade dos pedestres.

Contamos com a compreensão e colaboração de todos”, diz o comunicado.

Projeto-piloto

De acordo com a secretária municipal de Obras e Urbanismo, Marianne, a ampliação desse trecho da calçada no lado direito de quem desce a avenida Jones dos Santos Neves serve de projeto-piloto para as calçadas que venham a ser construídas no município, além de intervenções em avenidas e ruas mais antigas.

Desde o início do ano passado, o prefeito determinou a ampliação do espaço utilizando blocos de proteção, conhecidos como ‘gelo baiano’ naquele trecho, para dar mais conforto aos pedestres, mas a intenção de Enivaldo dos Anjos sempre foi construir a calçada no local, adaptando-a ao trecho de calçada já existente.

“Queremos e vamos fazer de Barra de São Francisco uma cidade moderna, adaptada aos conceitos básicos de proteção e conforto aos pedestres e, para tanto, estamos iniciando esse projeto. Na verdade, a construção das calçadas é uma obrigação dos proprietários de imóveis urbanos, dentro dos padrões estabelecidos pelo Código de Postura, mas estamos fazendo esse trecho e outros para dar o exemplo, já que a maioria das calçadas do centro e bairros e feita de acordo pelos proprietários de acordo com as suas necessidades, sem respeitar o direito dos pedestres”, observa o prefeito, destacando que a “calçada ideal é aquela que garante o caminhar livre, seguro e confortável para o pedestre.”

De acordo com as normas da ABNT a calçada ideal deve oferecer:

  • Acessibilidade: assegurar a completa mobilidade ao pedestre.
  • Largura adequada: deve atender as dimensões mínimas na Faixa Livre.
  • Fluidez: os pedestres devem conseguir andar em velocidade constante.
  • Continuidade e Segurança: o revestimento deve ser firme e antiderrapante, mesmo quando molhado, com inclinação transversal de 3% para o escoamento de água pluviais, sem buracos, pedras faltantes ou outras incidências que possam gerar risco de queda ou tropeço.
  • Espaço de socialização: deve oferecer espaços de encontro às pessoas para a interação social.
  • Desenho da paisagem: deve propiciar climas agradáveis que contribuam para o conforto visual do usuário.

Veja a íntegra do Comunicado sobre as Calçadas

Leia também

Governo Federal garante acesso à internet para alunos da rede pública

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, na última quinta-feira (26/05), a lei que garante o acesso à...

Sine de Barra de São Francisco tem 30 vagas de emprego; confira

  A agência do Sine em Barra de São Francisco, abre a semana com 30 oportunidades de empregos formais. Algumas...

Greve termina e peritos do INSS voltam a trabalhar nesta segunda

  Passados 50 dias do início da greve de peritos médicos federais, a fila que se forma no Instituto...

RESÍDUOS SÓLIDOS: RJ poderá contar com até R$ 100 milhões para obras de manejo

O Governo Federal autorizou o uso de debêntures incentivadas para o financiamento de obras de manejo de resíduos...