Prefeitura de Nova Venécia realiza limpeza da trilha da Pedra do Elefante

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Obras, realizou, na manhã de sábado (10), uma verificação e limpeza da trilha que dá acesso à Pedra do Elefante, contemplando retirada de lixo e capina para liberar a vida para visitantes.

A atividade faz parte do monitoramento da área verde para turismo e esporte, em parceria com as secretarias de Esportes e Cultura e Turismo.

A ação envolveu oito servidores municipais, com auxílio de roçadeiras e materiais de coleta, para execução do trabalho que durou quase cinco horas.

A trilha é frequentemente utilizada por pessoas como opção de lazer junto à natureza. O percurso, de aproximadamente três quilômetros, tem nível médio de dificuldade para quem se aventura a chegar ao topo da Pedra do Elefante. A trilha passa em meio à vegetação da Mata Atlântica, dentro da Área de Preservação Ambiental Pedra do Elefante (APA), e uma caminhada que dura, em média, duas horas.

A Área de Preservação Ambiental Pedra do Elefante foi criada em 2001, por meio do Decreto Estadual Nº 794-R.

A Pedra do Elefante, afloramento rochoso que dá nome a Área de Proteção Ambiental, é o principal símbolo do município de Nova Venécia. Este Patrimônio Geológico foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura por meio da Resolução 04/84.

Uma das singularidades da área é a presença expressiva de afloramentos rochosos de granitos com biodiversidade associada a ecossistemas de encosta, com vegetação rupestre e fragmentos de Mata Atlântica. A existência de uma árvore centenária, a gameleira (Ficus sp), que possui, aproximadamente, cinco metros de diâmetro, atrai curiosos e fiéis que acreditam na aparição de uma Santa, a Mãe Peregrina.

O local oferece potencial para o geoturismo, agroturismo, ecoturismo e também para práticas esportivas de aventura, além de abrigar um precioso patrimônio histórico com casarões do século XIX.

Devido à importância biológica, esta Unidade de Conservação faz parte do Corredor Ecológico da Pedra do Elefante, onde se encontram espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção.


Leia mais

Leia também