Prefeito de Pacaraima (RR) é alvo da PF por suspeita de desvio de recursos da saúde

Uma operação da Polícia Federal (PF) investiga desvios da área da saúde pela prefeitura de Pacaraima, em Roraima. A suspeita da Operação Argos, realizada na última terça-feira (23), é de que a gestão local tenha realizado fraudes e desvios em contratações.

Os investigadores calculam que contratos de aproximadamente R$ 10 milhões, envolvendo recursos destinados ao enfrentamento da Covid-19, foram conduzidos de forma irregular. Segundo a PF, o inquérito policial indica que recursos da saúde teriam sido desviados para pagamentos a uma rede de postos de combustíveis da capital, Boa Vista.

As investigações apontam ainda irregularidades em mais de 20 licitações do município entre 2019 e 2020, além de indícios de superfaturamento. Segundo as denúncias, o esquema seria articulado pelo próprio prefeito de Pacaraima, Juliano Torquato. Foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão para elucidar o caso.

Prefeitura de Pacaraima/Divulgação

Leia mais

Leia também