Portugal vacinará crianças com comorbidades e deve reconhecer coronavac


– Portugal aplicará vacinas contra a Covid-19 em crianças e em adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidades. O país estuda reconhecer a coronavac, imunizante da Sinovac, e a Covishield, vacina da AstraZeneca produzida na Índia. O país liberou de quarentena viajantes imunizados com Pfizer, AstraZeneca (Vaxzevria), Moderna e Janssen

A Direção Geral da Saúde (DGS) reforçou a intenção de aplicar imunizantes nos adolescentes e citou comorbidades como diabetes, insuficiência renal crônica, obesidade, doença cardiovascular, doença pulmonar crônica e doenças neurológicas, de acordo com o site Poder 360. Atualmente, qualquer pessoa acima dos 16 anos pode se vacinar.

Portugal tem 69,24% de sua população vacinada com ao menos uma dose de vacinas anticovid e 56,62% dos habitantes completamente imunizados.

O primeiro-ministro do país, António Costa, anunciou na última semana um plano em três etapas para suspender as restrições adotadas contra a Covid-19. A primeira fase entrou em vigor no último domingo (1º), com o fim do toque de recolher e das limitações de horários em bares e em restaurantes.