Portaria do MS redefiniu o registro de equipes de saúde da APS no SCNES. Saiba mais

Uma Portaria publicada pelo Ministério da Saúde redefiniu o registro de equipes de saúde da Atenção Primária no Sistema Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES). A implementação das novas regras começou a ter efeito a partir de maio de 2020. 

Agora, gestores e profissionais de saúde precisam estar atentos ao preenchimento e envio de dados para o sistema de informação. É importante que esse trabalho leve em conta a criação do Identificador Nacional de Equipes (INE) para a equipe de Saúde Bucal. 

Ministério da Saúde suspende repasses de recursos de Unidades Odontológicas Móveis em mais 100 cidades

Medicamentos para saúde mental têm aumento de 16% nas vendas no primeiro semestre, aponta Farmácias APP

O Departamento de Saúde da Família (Desf/Saps) produziu um ambiente de perguntas frequentes para orientar os interessados sobre as mudanças.  Com a atualização, o sistema entende que houve a criação de uma nova equipe e, consequentemente, no Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) do e-SUS APS, entende que profissionais mudaram de equipe e passa a exibir apenas as informações que correspondem ao INE novo. 

 

Foto: Arquivo/EBC

-->