Portal Único gov.br permite o acesso de serviços públicos sem sair de casa

Portal Único gov.br permite o acesso de serviços públicos sem sair de casa

Há um ano o portal gov.br reúne serviços públicos que o cidadão pode acessar onde estiver, 24 horas por dia, sete dias por semana. A solicitação de carteira de trabalho, carteira digital de trânsito estão entre os serviços mais procurados.

Desde janeiro do ano passado, o Governo Federal transformou 824 de seus serviços em digitais. Apenas durante a pandemia do novo coronavírus, entre março e julho, foram 251. Com destaque para o auxílio emergencial e o seguro desemprego do empregado doméstico.

Esses são apenas uma pequena amostra dos 3,6 mil serviços disponíveis no gov.br, portal criado para reunir em um único endereço os canais digitais do Governo Federal e tornar mais fácil para o cidadão acessar os serviços e informações. Desse total de serviços, 59% estão digitalizados permitindo que o usuário acesse de casa, pelo computador ou celular, evitando deslocamentos.

“O Governo Federal tem a estratégia de transformar, até 2022, 100% dos serviços públicos para canal digital. Nessa jornada, o canal gov.br é o produto principal para centralizar a experiência do cidadão brasileiro no acesso aos serviços públicos, na obtenção de informações e também de notícias do que o governo está fazendo para o bem de todos”, disse o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

 Digitalização de serviços

Com a digitalização dos mais de 800 serviços públicos desde janeiro do ano passado, cerca de 65 milhões de solicitações anuais podem ser feitas online, sem a necessidade de o usuário ir até as agências dos órgãos públicos, gastar com transporte e dispor de tempo, facilitando assim a vida do cidadão. E também gera economia. A previsão é que sejam economizados cerca de R$ 2 bilhões por ano, sendo R$ 500 milhões para o governo e R$ 1,5 bilhão para a sociedade.

A digitalização dos serviços públicos economiza, por ano, 149 milhões de horas de burocracia para a sociedade. O número equivale, por exemplo, a um dia inteiro de trabalho de toda a população economicamente ativa da Grande São Paulo.

“São horas de burocracia devolvidas para o cidadão brasileiro que pode usar essa energia, para fazer turismo, para ficar com as famílias, para produzir, para descansar, como ele bem entender. É o Estado saindo das costas do cidadão brasileiro e o portal GOV.BR complementa e unifica toda essa estratégia”, explicou Luis Felipe Monteiro.

Um exemplo dessa economia de tempo e recursos é a Carteira de Trabalho digital que começou a ser fornecida pelo Ministério da Economia no mesmo dia da solicitação. Antes, era preciso esperar torno de 17 dias pelo modelo físico do documento.

A digitalização de serviços públicos faz parte da Estratégia de Governo Digital. A estimativa de economia com a estratégia é de R$ 38 bilhões em cinco anos (de 2020 a 2025), o que deve refletir na eliminação do papel e da burocracia, locação de estruturas, contratação de pessoal para atendimento presencial e redução de perdas com erros e fraudes, por exemplo.

 Iniciativa reconhecida pela ONU

O trabalho realizado pelo Brasil na oferta de serviços públicos digitais foi reconhecido na Pesquisa sobre Governo Eletrônico 2020, publicada pela Organização das Nações Unidas (ONU). O país subiu duas posições e agora é o 20º, entre 193 nações, no Índice de Serviços Online.

O Brasil ficou em primeiro lugar neste quesito na América do Sul. Já nas Américas, ocupa a segunda posição à frente de países como Canadá, Chile e Uruguai e atrás somente dos Estados Unidos.

O Índice de Serviços Online mede o uso de tecnologia da informação e comunicações pelos governos para a prestação de serviços públicos em nível nacional, incluindo dados abertos, participação eletrônica, prestação de serviços multicanais, serviços móveis e nível de utilização pelo cidadão.

“É um orgulho fazer parte desse projeto de transformação digital que objetiva até o final de 2022 termos 100% dos serviços públicos oferecidos em canal digital. É mais simplicidade, é redução de burocracia, é um governo 24 horas por dia, sete dias por semana, na palma da mão do cidadão brasileiro. É um governo digital alinhado com a sociedade brasileira”, concluiu o secretário de Governo Digital.

Leia mais

Mais de 13 mil brasileiros já voltaram ao País com a ajuda do Itamaraty

Na Índia, o Itamaraty embarcou 121 brasileiros e 6 familiares estrangeiros – Foto: ...

Distribuidora de gás de cozinha é interditada no Espírito Santo

A equipe da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) interditou, nesta quarta-feira (29), uma revenda de...

Ministério do Meio Ambiente instituiu o Programa Floresta

Para o projeto-piloto, na Amazônia Legal, são mais de R$500 milhões destinados para atividades que melhorem, conservem e...

Brasil: ex-prefeito diz que roubou menos do que o sucessor

O político, inclusive, já foi preso em uma...

Leia também