Por falta de pagamento, médicos deixam plantões no hospital de Ecoporanga

 

A saúde do município de Ecoporanga está passando por um momento muito difícil. De acordo com o site agitaeco, a situação está crítica no hospital Fumatre.

O site relata que várias vezes vem acontecendo atrasos nos salários dos funcionários e que alguns até já pediram ajuda com alimentação. Um funcionário chegou a relatar que o último mês pago foi o de fevereiro. Segundo o site, devido a esses atrasos no pagamento, três médicos plantonistas pediram para sair de seus plantões.

“Cada profissional é remunerado em torno de R$1.800,00 por plantão, mas sem receber preferiram deixar de trabalhar. Uma grande perca na saúde do município, e a população é a maior prejudicada, pois implora por atendimento hospitalar“, destaca.

 

Esse grande problema de atrasos de pagamentos dos funcionários do hospital Fumatre já não é mais novidade. Frequentemente os mesmos têm que conviver com esse transtorno.

De acordo com o relato do funcionário, o centro do problema é a direção do hospital que demora para fazer a prestação de contas, assim, o repasse da prefeitura atrasa para cair na conta do hospital.

Até o momento da publicação a direção do hospital não havia comentado a situação.

 

Leia mais

Leia também