População do país faz cerca de meio de bilhão de procedimentos online do SUS, por ano

Cerca de meio de bilhão de demandas do Sistema Único de Saúde (SUS) são solucionadas por ano com a utilização do Cadastro Base do Cidadão. Criado em 2019, o cadastro permite a interação entre os sistemas de informação dos órgãos públicos federais para a aplicação de políticas públicas.

Dessa forma, o cidadão não precisa mais recorrer a vários órgãos públicos e preencher as mesmas informações a cada solicitação de um serviço prestado pela administração federal. Entre os serviços em que a integração foi aplicada, estão o programa Farmácia Popular, o Calendário Nacional de Vacinação e o funcionamento da Lista Nacional de Transplantes.

Proposta de orçamento para Saúde em 2021 é de R$124,6 bilhões

Gestores de UBSs devem atualizar software disponibilizado pelo Ministério da Saúde

A ideia do governo é que os cerca de 3,7 mil serviços ofertados aos cidadãos estejam integrados e o usuário não precise prestar as mesmas informações todas as vezes em que recorrer a um eles. Outro benefício do Cadastro é a economia aos cofres públicos. Com as informações centralizadas pela Secretaria de Governo Digital, o Ministério da Saúde registrou queda de R$ 100 para R$ 12 mil no gasto anual para obter dados de outros órgãos federais.

 

Leia mais

Leia também