Policial se envolve em confusão ao achar que estava sendo seguido por padre no Espírito Santo

De acordo com o boletim de ocorrência, ambos acharam que estavam sendo seguidos pelo veículo do outro.

Por Any Cometti e Daniela Carla, G1 ES

Um policial militar, que já tinha sido vítima de uma tentativa de homicídio nesta semana, se envolveu em uma confusão com um padre na noite desta quinta-feira (20) na Serra, na Grande Vitória.

Ambos acharam que estavam sendo seguidos pelo veículo do outro.

O padre teria saído de uma missa e foi até Jacaraípe para fazer um lanche. Enquanto tomava um açaí dentro do próprio carro, percebeu a movimentação de um veículo, e suspeitou que pudesse estar sendo perseguido.

Para despistar o suposto perseguidor, o padre dirigiu por várias ruas do bairro. Até que avistou novamente o veículo e se aproximou para anotar a placa.

O veículo era do policial militar, que também achou que estaria sendo perseguido pelo padre. Ele parou o carro e saiu com o colete da PM e a arma em punho, sem saber que o condutor do outro veículo era um padre.

De acordo com o boletim de ocorrência, o policial chegou a atirar contra o veículo do padre. Porém, ao serem questionados, ambos negaram que houvesse disparo.

O padre chegou a fugir, jogando o veículo sobre o meio-fio da pista e saindo do carro.

Depois, o veículo do padre foi detectado pelo cerco de segurança próximo à Avenida Norte Sul. Ele foi abordado e, só então, os policiais se deram conta de que o condutor era um padre.

O policial e o padre foram conduzidos até a Delegacia Regional da Serra para prestar esclarecimentos.

Leia mais

Leia também