Policial Militar do Espírito Santo é indiciado por estuprar filha

O soldado da Polícia Militar suspeito de abusar sexualmente da filha de 13 anos foi indiciado por estupro de vulnerável. A namorada do PM foi indiciada por falso testemunho e fraude processual. O caso era investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). As informações são da TV Gazeta.

A denúncia do caso foi feita pela mãe da adolescente e ex-esposa do Policial Militar. A filha teria contato para ela do abuso cometido pelo pai por uma mensagem de áudio, porque estava com vergonha de falar da situação.

Em entrevista à TV Gazeta em agosto deste ano, o militar negou as acusações e disse que tinha confundido a filha com a namorada dele. “Ela relatou que teve um sonho, e foi para o meu quarto. Eu estava sem roupa, dormindo, ela deita ao meu lado, eu acho que é minha namorada, abraço e dou um beijo na nuca. Ela sai do meu quarto e a vida continua“, relatou.

A investigação do caso foi concluída e indiciou o policial por estupro de vulnerável e a namorada dele por fraude processual e falso testemunho. O inquérito aponta que a mulher mentiu no depoimento e orientou que a vítima também mentisse.

Em uma troca de mensagens entre a namorada e a filha do Policial Militar, a mulher tenta induzir a menina a mentir de que ela não estava em casa no momento do estupro.

É melhor você falar que eu não estava, porque vai ser a sua palavra contra a dele. Eu não quero defender esse demônio não. Eu não quero nem dar de cara com ele, entendeu?”, diz a namorada em áudio para a menina.

Orientada pela namorada do pai, a menina então teria mentido para a mãe. “Ela induziu minha filha a mentir. No primeiro áudio que ela mandou, ela mentiu”, revelou a mãe da vítima.

O policial militar também foi acusado de estuprar uma outra adolescente, de 16 anos, filha de uma amiga da família.

A Polícia Militar informou que o soldado responde a processo administrativo de natureza demissionária pelo estupro da adolescente de 16 anos. A Corregedoria ainda informou que o inquérito do estupro da filha dele será anexado ao processo de demissão.

O policial e a namorada dele foram procurados pela TV Gazeta e não quiseram se pronunciar sobre o caso.

 

11 vídeos Agora é assim? O que mudará na infância após a pandemia? Educadora diz que maior tempo de telas mudou humor de crianças:

Leia mais

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo aberto e baixa umidade do ar, neste sábado (18)

O tempo quente e seco predomina na região Centro-Oeste do país, neste sábado (18), em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito...

Sob forte contingenciamento, investimentos em ciência e tecnologia em Sergipe são limitados

Empresas de Sergipe tem até segunda-feira (17) para inscreverem projetos inovadores no Programa de Apoio à Inovação em Empresas Brasileiras (TECNOVA II). O objetivo...

NOTA DE FALECIMENTO – IRACEMA POUBEL FERNANDES

SERVIDORA APOSENTADA IRACEMA POUBEL FERNANDES Iracema foi professora na Rede Municipal de Educação e atuou na Escola Municipal Mac Nair, Casa do Menor, entre outras...

Leia também