Polícia recupera mais de R$ 100 mil furtados por funcionário de empresa em Rio Bananal

Segundo a polícia, suspeito de 18 anos tomou conhecimento da grande quantidade de dinheiro guardada na loja e planejou o crime. Ele foi preso e confessou o furto.

Dinheiro foi apreendido com funcionário de loja, em Rio Bananal, ES — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Um jovem de 18 anos foi preso, nesta quinta-feira (30), suspeito de furtar R$ 190 mil em dinheiro de uma loja onde trabalhava, no município de Rio Bananal, no Norte do Espírito Santo. O crime aconteceu na madrugada do dia 5 de junho. A Polícia Civil recuperou cerca de R$ 105 mil, que foi devolvido à vítima.

A operação para prisão do suspeito foi realizada por policiais civis de Rio Bananal e Linhares. Segundo a PC, o funcionário tomou conhecimento da grande quantidade de dinheiro guardada na loja, planejou e executou o crime.

O dinheiro foi encontrado em um morro da cidade, escondido em uma mata. De acordo com a polícia, o suspeito estava usando a quantia aos poucos.

Além dos R$ 100 mil, a polícia também apreendeu um carro e uma moto. Segundo as investigações, os veículos foram comprados com a quantia furtada e podem ser usados pela Justiça para o ressarcimento dos prejuízos da vítima.

Após a prisão, ele foi interrogado, confessou o crime e foi encaminhado para o Presídio Regional de Linhares, onde está à disposição da Justiça.

Carro comprado com dinheiro furtado foi apreendido pela polícia — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Leia mais

Igreja é arrombada em São Gabriel da Palha e imagem de Nossa Senhora é furtada

A Igreja Católica da Comunidade Sagrado Coração no bairro Jardim da infância em São Gabriel da Palha foi furtada na manhã dessa segunda-feira (7);...

Espírito Santo chega a 1.387 mortes e 36.147 casos confirmados de Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até esta segunda-feira (22), 1.387 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 36.147, sendo que 6.580 são...

Governo publica orientações para retomada segura de atividades

Segundo a portaria, os setores de atividades também devem elaborar e divulgar protocolos e planos de ação específicos...

Leia também