Polícia prende 37 pessoas na 8ª fase da Operação Sentinela no Espírito Santo

Além das prisões, a polícia cumpriu 49 mandados de busca e apreensão. Dez armas foram apreendidas, além de munição, dinheiro e vários tipos de droga.

Nesta quarta-feira (2), 37 pessoas foram presas pela Polícia Militar na oitava fase da Operação Sentinela. O foco da operação é prender traficantes e homicidas de bairros com alto índice de violência na Grande Vitória.

Além das prisões, a polícia cumpriu 49 mandados de busca e apreensão. Dez armas foram apreendidas, além de munição, dinheiro e vários tipos de droga.

“Essa operação é de extrema importância para a sociedade capixaba. Ela cumpre o eixo de proteção do Estado Presente, no sentido de prender indivíduos que são ligados a homicídios, tráfico de drogas, que invariavelmente estão relacionados à prática de diversos crimes, inclusive crimes letais contra a sociedade capixaba”, considerou o comandante-geral da PM, coronel Douglas Caus.

A operação é uma parceria entre as polícias Militar e Civil e o Ministério Público Estadual (MPES).

Em todo o território capixaba, a operação já cumpriu, ao longo deste ano, 90 mandados de busca e apreensão e prendeu 152 indivíduos. Dentre eles, 122 com mandado de prisão. Desses últimos, 12 eram homicidas e 14 traficantes.

Ao todo, foram 15 armas, 575 munições e 3 mil unidades de entorpecentes apreendidos ao longo das oito fases.

De acordo com o coronel da PM, a Operação Sentinela vai ter outras fases neste mês e no ano que vem.

“A Operação Sentinela continuará no mês de dezembro, principalmente nos bairros onde estão ocorrendo homicídios com participação dos traficantes. A nossa missão é identificar esses traficantes. A PM irá saturar esses bairros e literalmente caçar esses indivíduos. Todo o planejamento da Operação Sentinela para 2021 já está pronto”.

Leia mais

Leia também