Polícia investiga denúncia de cárcere privado de mãe e filhos em Conceição da Barra

 

Uma denúncia de cárcere privado envolvendo uma mulher e seus três filhos, na zona rural do município de Conceição da Barra, no Norte do Espírito Santo, está sendo investigada pela Polícia Civil.

O caso foi registrado no dia 9 de setembro e divulgado nesta sexta-feira (24) pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp).

De acordo com a Polícia Civil, policiais chegaram à residência onde a vítima estava com os filhos depois que o pai dela procurou a Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra a Vida de Rondônia.

A Polícia Civil de Rondônia então pediu apoio para a Superintendência Norte da Polícia Civil do Espírito Santo para apurar o caso.

Na denúncia, o pai relatou que a filha conseguiu entrar em contato com ele depois que o marido dela queimou uma das crianças no dia 4 de agosto. A criança foi socorrida e atendida em um hospital de Vitória. Em um momento de distração do marido, ela pediu ajuda para um vizinho.

“Ela pediu ajuda para sair de casa com as crianças e ligou para o número que lembrava no momento, razão pela qual a denúncia chegou a um policial do Estado de Rondônia, por meio do seu pai, e não na polícia do Estado do Espírito Santo”, explicou o delegado Delegacia de Polícia (DP) de Conceição da Barra, delegado Alysson Pereira.

Segundo o relato do pai, ela não tinha feito contato antes para denunciar o crime porque teve o celular quebrado e, sob a ameaça de que o companheiro mataria seus três filhos, não conseguiu sair de casa para não pedir socorro.

Depois do contato do pai, os policiais civis foram até onde a família morava, mas não encontraram o casal. Os dois foram, então, intimados a comparecer na delegacia do município.

Ao comparecerem, a vítima foi ouvida separadamente e disse que sofria agressões físicas e psicológicas. Ela não confirmou que era mantida em cárcere privado.

No depoimento, ela disse que queria voltar para Rondônia e pediu que os policiais a acompanhassem até a casa para que conseguisse pegar objetos pessoais.

A Polícia Civil informou que a mulher e os filhos foram embarcados para Rondônia e a identidade dos envolvidos não foi divulgada.

Foi instaurado procedimento criminal contra o suspeito, que segue em apuração. O homem não foi preso.

Delegacia Conceição da Barra, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Delegacia Conceição da Barra, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta