Polícia fecha laboratório clandestino de produção de anabolizantes no Sul do Espírito Santo

Um laboratório clandestino de produção de anabolizantes foi fechado pela Polícia Militar nesta terça-feira (27) em Piúma, no Sul do Espírito Santo.

Policiais realizaram uma operação de cumprimento de mandado de busca e apreensão que resultou na prisão do homem que mantinha o laboratório em casa. O nome do preso não foi divulgado.

Segundo a PM, após os policiais receberem informações da Polícia Federal de que o homem estaria postando via Correios frascos de origem duvidosa, foi realizado um levantamento pelo serviço de inteligência da 10ª Companhia Independente, que localizou a casa e acompanhou algumas de suas ações.

Após constatarem o crime, os policiais passaram a informação para a Polícia Civil de Piúma, que solicitou junto ao Judiciário um mandado de busca e apreensão no local.

Ainda de acordo com a PM, o laboratório contava com um grande aparato de material para a manipulação das substâncias, centenas anabolizantes, aproximadamente 1.500 frascos vazios para comercialização dos produtos, pacotes de caixas para envio, aparelho para lacrar caixas, milhares de rótulos e balanças.

Consta ainda que o detido utilizava-se de diversos nomes para a postagem dos produtos, que eram vendidos por ele pela internet. As postagens eram realizadas nos municípios de Piúma, Anchieta e Itaipava, para não levantar suspeitas.

“A Polícia Militar alerta a população para que esteja atenta quanto ao consumo de qualquer produto cuja procedência seja desconhecida, visto os inúmeros problemas de saúde que podem ocasionar. Friso ainda que o próprio detido relatou não ter coragem de consumir os produtos que manipulava”, enfatizou o major Walter Francisco de Araújo Filho, comandante da 10ª Companhia Independente.

Todo material apreendido e um detido foram apresentados na delegacia de Polícia Civil de Piúma, para providências.

Polícia fecha laboratório clandestino de produção de anabolizantes no ES — Foto: Divulgação/Sesp

Polícia fecha laboratório clandestino de produção de anabolizantes no ES — Foto: Divulgação/Sesp