Polícia diz que jovem premeditou a morte da mãe de criação no Espírito Santo

Preso nesta quinta-feira (25), Bruno Rodrigues Pereira, de 24 anos, confessou à polícia ter matado a mãe de criação, Dalva Maria de Oliveira, de 57, a facadas. O crime aconteceu na noite da última quarta (25) na casa da família, no bairro Bubu, em Cariacica, na Grande Vitória.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem afirmou ter planejado o crime mesmo sem ter nenhuma motivação. Segundo a polícia, o crime foi praticado por ele junto a um adolescente de 12 anos e o objetivo era matar não só Dalva, como também o marido dela. Durante o ataque, o idoso de 74 anos foi ferido, mas sobreviveu.

“Eles saíram de Guarapari munidos com o dolo de ir até Cariacica para matar o casal. Ambos falam que mataram pelo simples fato de querer matar”, pontuou Raffaella Aguiar, delegada titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), que conduz a investigação.

Ainda segundo a delegada, Bruno não apresentou nenhum motivo para matar a própria mãe. A princípio, vizinhos contaram que o jovem teria se revoltado após pedir R$ 500 e ela ter negado o dinheiro. No entanto, à polícia, Bruno contou que não chegou a pedir a quantia.

“Tudo indica que eles tinham uma boa relação. Tanto que ele apresenta no corpo duas tatuagens com o nome da vítima. Ao indagarmos ele durante o interrogatório se ela não tinha sido uma mãe zelosa, cuidadosa, ele só fez elogios à vítima. O que causa mais estranheza ainda”, disse Raffaella.

De acordo com a delegada, no dia do crime, Bruno, assim como o adolescente que estava com ele, saíram de Guarapari com destino à casa da mãe. Lá eles foram bem recebidos por Dalva, que lhes deu toalhas e roupas para tomar banho e ainda preparou um jantar.

“Ele falou que a mãe chegou em casa, preparou a janta, deu roupa deu roupa de banho para eles. Eles trocaram de roupa, jantaram e aí depois ela estava sentada descansando, ele passou por trás, colocou a mão no ombro dela como se fosse fazer um carinho e quando ela olhou pra ele, ele desferiu o golpe fatal no pescoço, cortando a garganta dela”, descreveu Raffaella.

O marido de Dalva, que estava na varanda ouviu o barulho da mulher caindo e ao chegar no local foi atacado pelo adolescente. Ele foi golpeado no rosto, mas conseguiu escapar e pedir ajuda.

Com a aglomeração dos vizinhos, Bruno e o adolescente decidiram fugir, mas acabaram sendo encontrados um dia depois em Guarapari. Bruno foi preso no momento em que se preparava para fugir em um carro de aplicativo.

Dalva e o marido foram socorridos e levados a um hospital, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Bruno foi encaminhado ao presídio. Segundo a Polícia Civil, ele já havia ficado preso no Rio de Janeiro por tráfico de drogas durante um ano e sete meses.

Fonte: TV Gazeta

Homem de 24 anos saiu do DML e foi encaminhado para o presídio — Foto: Tiago Félix/TV Gazeta

Homem de 24 anos saiu do DML e foi encaminhado para o presídio — Foto: Tiago Félix/TV Gazeta

 

Mulher morre após ser esfaqueada pelo filho de criação no ES

 

Leia mais

Leia também