Polícia divulga balanço das operações realizadas em São Gabriel da Palha e Vila Valério

A Polícia Militar, por meio da 3ª Cia/2º BPM, organização militar responsável pelo policiamento nas cidades de São Gabriel da Palha e Vila Valério, fez um balanço das Operações de Fiscalização realizadas nos municípios, desde a edição dos decretos estaduais e municipais que imporam restrições ao funcionamento das atividades comerciais, como medida de enfrentamento à expansão do COVID-19.

Com o avanço da doença, a partir do mês de março deste ano, os chefes dos poderes executivos de todos os entes federativos passaram a editar normas para aumentar o isolamento social. Assim, o Comandante do 2º BPM, Ten Cel PM Mário Marcelo Dal Col, orientou seus comandados a fazer cumprir e apoiar os demais servidores estaduais e municipais na fiscalização das normas em vigor.

Daí em diante, os militares passaram a atuar em ações de forma isolada ou em apoio à fiscalização dos municípios, na execução de operações de vistoria ao funcionamento do comércio, ações de conscientização e em barreiras sanitárias. Segundo o Comandante da 3ª Cia do 2º BPM, Capitão PM Cleiton José Brito, desde o mês de março já foram realizadas mais de 140 (cento e quarenta) operações policiais, com esta natureza, nos municípios de São Gabriel da Palha e Vila Valério.

Ainda de acordo com o Capitão, os agentes têm como foco principal a orientação aos comerciantes e também à população em geral, sobre as medidas de prevenção ao contágio do Coronavírus, todavia, no de reincidência e de desobediência as regras impostas pelas autoridades constituídas, medidas administrativas e penais já estão sendo aplicadas aos responsáveis.

“Com o aumento no número de contaminados, a fiscalização será ainda mais rigorosa para se fazer cumprir os decretos em vigor. Precisamos da colaboração e conscientização da população para seguirem as orientações das autoridades de saúde. Percebemos uma elevação no número de reclamações sobre som alto e perturbação da tranquilidade, devido a confraternizações e festas realizadas em residências, muitas vezes com aglomerações de pessoas”, alertou o oficial.

Vale destacar, que nestes casos, os proprietários dos imóveis podem ser processados pela contravenção penal de perturbação da tranquilidade, ou ainda, pelo crime de infração de medida sanitária preventiva.

Leia mais

Espírito Santo tem 41 municípios em risco alto para a Covid-19

Governo apresentou neste sábado (4) o novo mapa da Matriz de Risco que vale a partir de segunda-feira (6).

NA SALA DE ESPERA

  É chato ficar sentado na sala de espera de médico. Outro dia eu estava em uma clinica de olhos e esperava por uma consulta....

Moradores em situação de rua vão receber ajuda em ginásio de Colatina para combate ao Coronavírus

A prefeitura de Colatina decretou, na última segunda-feira...

Leia também

Programa de bonificação incentiva produzir mais leite no inverno

Sempre preocupada em oferecer as melhores condições aos...

Instituto EDP lança 5º edição do Projeto Educação Empreendedora, que beneficiará 2.500 estudantes

Iniciativa ajudará escolas da rede pública do Espírito Santo a lidar com os efeitos da pandemia...

Oficinas artísticas da Secretaria de Cultura e Turismo de Nova Venécia acontecem pela internet

Os alunos das oficinas artísticas da Secretaria Municipal...

Inscrições para 26 mil vagas do Qualificar ES terminam nesta quarta-feira (15)

O cidadão que deseja se qualificar em casa...