Polícia cumpre mandados contra suspeitos de serem mandantes do homicídio do ex-diretor do Sine, Dionízio Gonzaga

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar está cumprindo três mandados de prisão em Nova Venécia na tarde desta quarta-feira (07), em desfavor dos suspeitos de serem os mandantes do homicídio do ex-diretor do Sine, Dionízio Gonzaga de Oliveira, 42 anos, ocorrido em 23 de fevereiro. A informação é da Rede Notícia.

Os mandados são contra um casal e um homem, suspeitos de envolvimento no crime.

A delegacia de Nova Venécia e o 2º Batalhão de Polícia Militar irão conceder uma coletiva de imprensa, ainda nesta quarta-feira, para falar mais sobre a ação.

O crime

O ex-diretor do Sine de Nova Venécia, Dionízio Gonzaga de Oliveira, 42 anos, foi assassinado na manhã de 23 de fevereiro, próximo ao local onde trabalhava, no bairro Margareth, em Nova Venécia.

Segundo informações, a vítima foi rendida por um indivíduo armado, que efetuou dois disparos contra Dionízio, que atingiram o tórax e a cabeça, o levando a óbito no local.

Após o crime, atirador fugiu do local levando o carro da vítima, um Fiat Uno Wey, vermelho, que foi abandonado logo em seguida, às margens da rodovia que liga Nova Venécia a Boa Esperança.

Três dias depois, no dia 26 de fevereiro, a polícia prendeu, em uma residência no bairro Nova Cidade, em Boa Esperança, um suspeito de ter participado do crime.


Leia mais

Leia também