Polícia Civil identifica primeiro corpo com material genético coletado de familiares de desaparecidos no Espírito Santo

Compartilhe

A Polícia Civil do Espírito Santo descobriu a identidade de um desaparecido utilizando material genético primeira vez após o início da Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A coleta de materiais genéticos de familiares de pessoas desaparecidas começou a ser feita em maio.

O corpo identificado é de um homem de 57 anos que foi encontrado morto no bairro Jockey de Itaparica, em Vila Velha, em julho de 2015. Desde então, ninguém havia liberado o corpo e sua identidade permanecia desconhecida.

A causa da morte foi suicídio e, por isso, o nome do homem não foi divulgado. Segundo a perita criminal Carolina Vieira, o material genético do homem era compatível com o de uma mulher, de Minas Gerais.

“Essa amostra [do homem] foi analisada pelo laboratório de DNA Forense da Polícia Civil do Espírito Santo e foi confrontada com uma amostra de uma familiar, de uma pessoa que tinha um ente desaparecido, de Minas Gerais. O laboratório de DNA de Minas inseriu esse perfil genético da familiar no Banco Nacional de Perfis Genéticos e houve a compatibilidade”, explicou.

Para que mais pessoas sejam encontradas, é preciso que os familiares procurem fazer o cadastro. “Quanto mais pessoas inseridas nesses bancos, no caso dos desaparecidos, tanto as famílias quanto os não identificados, maiores as chances de sucesso”, destacou o chefe do Departamento de Laboratórios Forenses, Fabrício Pelição.

Para se cadastrar, é preciso ter um boletim de ocorrência na Delegacia de Desaparecidos. O agendamento da coleta será feito no Departamento Médico Legal.

Atualmente o estado tem 85 famílias cadastradas no banco de perfis genéticos. Além do resultado positivo no Espírito Santo, outros 17 foram registrados em todo país.

Polícia Civil do ES

Polícia Civil do ES

Leia também

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória

    Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória — Foto: Notaer/Divulgação Um incêndio de grandes proporções atingiu...

Bueiro é construído no Denzol, agora, são 97 em um ano e oito meses

Mais um bueiro com manilhas e casqueiro de granitos foi construído pelos funcionários da secretaria de Transportes e...

‘Nenhum pai quer ver um filho jogado no matagal, morto’, diz homem que encontrou corpo do filho queimado em Vitória

  O corpo de um jovem, identificado como Matheus Rocha Silva, de 26 anos, foi encontrado parcialmente queimado e...

Projeto Avivar tem aulão de hidroginástica no Clube Vale do Sol

A hidroginástica para os idosos do Projeto Avivar, no Clube Vale do Sol, terá uma tarde superespecial nesta...

Prefeitura de Barra de São Francisco adquire três caminhões com recursos próprios do município

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos, recebeu nesta quinta-feira (11), o terceiro caminhão, sendo...

Menina de 7 anos morre após escorregar e bater cabeça em escada no Espírito Santo, dizem pais

  Corpo de menina que morreu após bater cabeça em escada foi levado para o Departamento Médico Legal (DML),...

Ponte aérea Rio-SP é a 1ª do mundo com embarque biométrico facial para passageiros

Os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro,  da rede Infraero, são...

Faixa elevada foi concluída no bairro irmãos Fernandes para dar proteção e segurança aos pedestres

A equipe de servidores da Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Guarda Civil Municipal de Barra de São...