Polícia Civil faz perícia em escola do Espírito Santo onde 64 notebooks foram furtados

A Polícia Civil realizou uma perícia para identificar os criminosos que furtaram uma escola de Marechal Floriano, na região Serrana no Espírito Santo. Ao todo, 64 notebooks novos, que ainda estavam guardados em caixas, foram levados da escola estadual Victorio Bravim, localizada no distrito de Araguaia.

O crime foi constatado na manhã de segunda-feira (30), pela diretora da escola. Ao chegar para trabalhar, por volta das 6h50, Liane Bravim Catelan encontrou portões e portas de salas de aula arrombadas e caixas espalhadas pelo chão. Ela registrou o cenário de destruição em um vídeo (assista aqui).

O furto foi confirmado pela Polícia Militar, que foi acionada para atender à ocorrência.

A escola possui câmeras de videomonitoramento. No entanto, para cometer o furto, os criminosos danificaram o sistema. Câmeras foram quebradas e fios foram cortados.

De acordo com a diretora, os equipamentos furtados seriam usados pelos estudantes dos dois turnos para auxiliar na retomada das aulas presenciais.

A Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia (DP) de Marechal Floriano. A perícia na escola foi realizada nesta segunda.

Criminosos invadiram escola para furtar e deixaram caixas espalhadas pelo local

Criminosos invadiram escola para furtar e deixaram caixas espalhadas pelo local