Polícia Civil e Procon Estadual realizam operação em postos de combustíveis

Compartilhe

A Delegacia de Polícia (DP) de Pedro Canário, em operação com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), representada pelo Procon Estadual, deflagrou, nesta quinta-feira (13), uma operação com os objetivos de reprimir a venda clandestina de combustíveis e apurar denúncias de combustível adulterado em postos de gasolina no município.

A operação foi iniciada a partir de denúncias anônimas informando que vários estabelecimentos estariam comercializando combustível irregularmente em depósitos clandestinos, gerando forte odor de combustível, que estaria causando prejuízo à saúde de idosos e crianças, além do risco de explosão e/ou incêndio.

Além disso, a operação teve o objetivo de proteger consumidor, garantindo que o combustível comercializado no município tenha a qualidade atestada pelos órgãos reguladores.

“Realizamos diligências e apuramos que diversos estabelecimentos estavam comercializando gasolina e gás de cozinha de forma irregular. Dessa forma, foi deflagrada a operação que resultou na apreensão de botijas de gás e galões de gasolina, além da interdição de uma grande distribuidora de gás da cidade”, informou o titular da Delegacia de Pedro Canário, delegado José Eustáquio.

Na operação, foram fiscalizados cinco estabelecimentos, entre postos de combustíveis, mercearias, ferros velhos e distribuidoras de gás.

As equipes da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) e do Procon Estadual realizaram os exames periciais nos locais e não foram constatadas adulteração dos combustíveis comercializados nos postos de gasolina. Entretanto, em uma mercearia e em um ferro velho foram apreendidos galões de gasolina e botijas de gás comercializadas em desrespeitos às normas da ANP. Além disso, uma distribuidora de gás foi interditada por vender botijões de gás para estabelecimentos que não têm licença para a comercialização do produto.

Todos os responsáveis pelos estabelecimentos irregulares foram intimados para comparecer na Delegacia e vão responder a procedimentos criminais pelo crime contra a ordem econômica.

Leia também

Após prisão de assassinos, investigadores miram quem mandou matar empresário em Vila Valério

Após prender nas últimas semanas os dois suspeitos de executarem o empresário Clayton Favoreto, de 45 anos, no...

Covid-19: conheça os remédios contra a doença que o Espírito Santo anunciou que vai disponibilizar

  O governo do Espírito Santo divulgou, nesta terça-feira (17), que pretende disponibilizar medicamentos aprovados para tratamento da Covid-19...

Frio: veja como e onde doar agasalhos e cobertores para pessoas em situação de rua

  Pedestres e moradores em situação de rua tentam se proteger do frio na Praça da Bandeira em São...

Dólar abre a semana em alta de 0,22%, cotado a R$ 5,07

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar começou os negócios no mercado à vista em alta nesta segunda-feira...

Internacional e Cruzeiro empatam em 1 a 1 no Brasileiro Feminino

O Internacional empatou em 1 a 1 com o Cruzeiro, na noite desta segunda-feira (16) no Sesc Campestre,...

Sábado tem Dia D da campanha Maio Amarelo com passeio ciclístico e simulação de acidente

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Superintendência de Trânsito, em parceria com o Corpo de Bombeiros,...

MDR autoriza repasse de R$ 2 milhões a 15 cidades atingidas por desastres

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), autorizou, nesta terça-feira (17), o repasse de...

Barra de São Francisco goleia Água Doce do Norte e avança para a próxima fase da Copa Sesport

  Jogando no estádio municipal Joaquim Alves de Souza, na tarde deste sábado, 21, a Seleção de Barra de...