Polícia Ambiental apreende cerca de 1400  Guaiamuns na Serra

Após denúncia anônima a Polícia Ambiental realizou na manhã de ontem (22), uma operação em Laranjeiras, na Serra e que ocasionou na apreensão de 1400 sacos de guaiamuns, acondicionados em 14 sacos.

A polícia fez buscas na região mas ninguém foi encontrado.

A captura e a comercialização do crustáceo está proibida desde 2015 por força de duas portarias do Ministério do Meio Ambiente publicadas no Diário Oficial da União.

De acordo com a determinação do órgão, o Guaiamum macho está na lista de animais que correm risco de entrar em extinção.

A captura, transporte, armazenamento, guarda e manejo dos guaiamuns será permitida apenas para fins de pesquisa ou para a conservação da espécie, mediante autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

A penalidade para quem não cumprir a portaria está prevista na lei 5.197, que trata sobre a caça de animais silvestres. Caso alguém seja flagrado, a multa será aplicada no valor de R$ 5 mil por pessoa. Se comprovada a venda, o valor será de R$ 10 mil.


Leia mais

Leia também