Plano de contingência detalha medidas de prevenção para povos indígenas

Coronavírus: Ministério da Saúde lança medidas de prevenção em povos indígenas

Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (Covid-19) em Povos Indígenas orienta como deve ser o atendimento aos indígenas.
– Foto:
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), apresenta aos povos indígenas, aos gestores e colaboradores medidas que podem ajudar a prevenir o contágio com o coronavírus. As iniciativas estão previstas no “Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (Covid-19) em Povos Indígenas” que reúne documentos elaborados pela equipe técnica da Sesai e traz orientações de como deve ser o atendimento aos indígenas com sintomas relacionados ao Covid-19.

De acordo com o documento, os casos suspeitos de Covid-19 terão prioridade no atendimento à população de modo a diminuir o tempo de contato com os indígenas presentes no local de atendimento. O registro do atendimento também deve ser feito no prontuário do paciente e também deverá ser inserido no Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (Siasi), no menor tempo possível.

O Plano de Contingência ainda orienta as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) e pede que os Agentes Indígenas de Saúde e Agentes Indígenas de Saneamento também recebam as informações para que possam ajudar na conscientização da comunidade sobre as medidas de prevenção e controle da doença, na identificação precoce de sinais e sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os integrantes das equipes multidisciplinares também devem ser capazes de compreender o fluxo de encaminhamento dos casos suspeitos da Covid-19 e adotar as medidas de proteção individual diante de um caso suspeito.

O Ministério da Saúde também elaborou um documento com recomendações à Fundação Nacional do Índio (Funai) abordando, especialmente, o acesso às terras indígenas. O ofício pede à Funai que adote medidas restritivas à entrada de pessoas em todos os territórios indígenas devido à vulnerabilidade das populações indígenas às doenças respiratórias, o que aumenta o risco de agravamento em caso de contágio pelo novo coronavírus.

A pasta também recomendou que sejam reforçadas as restrições de acesso a territórios habitados por povos isolados ou de recente contato, incluindo a necessidade de quarentena para profissionais de saúde e membros da Funai antes do acesso a esses povos.

Segundo o Secretário Especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, o material entregue aos gestores e colaboradores da Saúde Indígena pode ser acessado por toda a comunidade indígena e não-indígena. “Fizemos questão de disponibilizar tudo no Portal do Ministério da Saúde, na área da Saúde Indígena, para que todos possam conhecer nossas recomendações, nossas ações e nos auxiliar na prevenção do Novo Coronavírus” afirmou Robson.

A Funai lançou cartilha orientando o povo indígena sobre o saque do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal e recomenda que evitem sair das aldeias sem necessidade.  Confira a cartilha aqui

 


Leia mais

Firmino no camarote

Leia também