Pix: FGTS poderá ser recolhido com novo sistema de pagamento instantâneo a partir de janeiro

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS, poderá ser recolhido pelo Pix a partir de janeiro do ano que vem. O anúncio foi feito nessa terça-feira (22) pelo Banco Central, que adiantou que a instituição fechou um acordo de cooperação técnica com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho para permitir o recolhimento por meio do novo sistema de pagamentos instantâneo.

A funcionalidade será lançada junto com o FGTS Digital, uma plataforma que deve centralizar a apuração, a cobrança, o recolhimento e o lançamento das contribuições para o Fundo de Garantia. 

Tributos federais poderão ser pagos pelo Pix

Primeira semana de funcionamento do Pix movimenta mais de R$ 9 bilhões

Pix: novo sistema instantâneo de pagamento e transferência começa a valer a partir de 16 de novembro

A Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia estima que o novo sistema reduza custos para as empresas, uma vez que os empregadores deixarão de emitir cerca de 70 milhões de guias de recolhimento por ano e vão poder acompanhar virtualmente o pagamento e a destinação das contribuições. 

O Banco Central avisa que não será preciso estabelecer convênios entre empresa e banco para o recolhimento do FGTS.

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Leia mais

Leia também