PGE-ES e AGE-MG conseguem mais recursos para combate ao Coronavírus

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e a Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais (AGE-MG) conseguiram, nesta segunda-feira (13), por meio de uma ação conjunta interposta na Justiça Federal de Minas, liberar a quantia de R$ 120 milhões que serão destinados aos dois Estados para ações de prevenção e combate à Covid-19.

Os recursos obtidos são parte dos valores que estão depositados em juízo pela mineradora Samarco a título de garantia para o pagamento dos prejuízos provocados pelo rompimento da barragem da mineradora, em Mariana (MG), no ano de 2015.

Em sua decisão, o juiz Mário de Paula Franco Júnior, da 12ª Vara Federal, definiu que o Espírito Santo receberá cerca de R$ 36 milhões e Minas Gerais aproximadamente R$ 84 milhões. “Autorizo – vedada qualquer outra destinação sem prévia e expressa autorização judicial, sob as penas da Lei – a utilização da quantia de R$ 36.037.751,29 para: a) adequação imediata da estrutura física de quatro unidades hospitalares estaduais para criação de leitos: Hospital Estadual Maternidade Silvio Avidos (HEMSA); Hospital Geral de Linhares (HG); Hospital Estadual João Santos Neves; e Hospital Estadual Roberto Silvares (HERAS); b) aquisição imediata de 150 ventiladores pulmonares eletrônicos microprocessados; c) aquisição imediata de 150 monitores multiparamétricos”.

Para o procurador-geral do Estado, Rodrigo Francisco de Paula, essa foi mais uma vitória da PGE para ampliar os recursos que já estão sendo utilizados pelo governador na guerra contra o novo Coronavírus. “Nesse momento de pandemia, quaisquer recursos extras que consigamos obter e canalizar para as ações de combate à Covid-19 são muito bem-vindos. E nós, da Procuradoria-Geral do Estado, estamos trabalhando com afinco nesse sentido”.

Outras ações

Com essa decisão, a PGE já soma, desde o início da pandemia, três ações que, juntas, podem destinar ao Estado a quantia aproximada de até R$ 117 milhões. A primeira delas foi obtida no final de março, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) acatou uma Ação Cívil Originária (ACO) na qual o Governo requereu a suspensão, por 180 dias, do pagamento das parcelas da dívida do Estado com a União. Atualmente, o pagamento efetuado pelo Estado é de R$ 10,9 milhões mensais, que, multiplicado por seis (180 dias), chegará à quantia de R$ 65,4 milhões.

Outra medida da PGE que garantiu mais recursos foi a solicitação feita ao Tribunal de Justiça do Estado (TJES), juntamente com o Ministério Público Estadual (MPES), para que o Fundo de Penas Pecuniárias gerido pelo TJES seja destinado à Secretaria da Saúde (Sesa). Em valores de hoje, o Fundo soma a quantia de aproximadamente R$ 15 milhões. A presidência do TJES acatou o pedido e expediu recomendação aos juízes para providenciarem o envio dos valores em favor da Sesa, o que já vem ocorrendo.

 

Leia mais

Terapeuta dá dicas de atividades durante o distanciamento social

Desde o surgimento da pandemia do novo Coronavírus, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem recomendado...

Boa Esperança descarta dois casos suspeitos de coronavírus

A Secretaria de Saúde de Boa Esperança descartou,...

ES: médica é presa suspeita de agredir vizinhos e desacatar policiais

Uma médica de 32 anos foi presa, na...

PCES tem mais de R$ 27 milhões previstos para investir em equipamentos e novas tecnologias

Em quase um ano, a Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) captou R$ 27.427.495,55 que serão investidos na aquisição de equipamentos mais modernos e...

Leia também

Justiça impede retomada das aulas presenciais nas escolas particulares do Espírito Santo

Autorizadas pelo Governo do Estado a retomar suas atividades presenciais a partir do dia 5 de outubro, as escolas particulares do Espírito Santo estão...

Disputa entre “Boca de baleia” e “Jacy Obama” vira piada em Água Doce do Norte

Água Doce do Norte viverá esse ano uma das políticas mais hilárias dos últimos anos. Entre os candidatos estão dois políticos que protagonizaram grandes...

Juiz Eleitoral de Mantena homologa acordo proibindo comícios, caminhadas, passeatas e reuniões

Em reunião no Cartório Eleitoral de Mantena, na última terça-feira, (29), com a presença do  Juiz Eleitoral da 169ª Zona Eleitoral de Mantena, Thiago...

Equipe do SESI Canaã Goiânia recebe prêmio de Melhor Proposta de Impacto Social em torneio de robótica com foco na prevenção à Covid-19

A equipe de garagem do SESI Canaã Goiânia, Aghaton, foi premiada no Torneio SESI de Robótica – Desafio Covid-19 com o prêmio de Melhor...