PGE-ES e AGE-MG conseguem mais recursos para combate ao Coronavírus

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e a Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais (AGE-MG) conseguiram, nesta segunda-feira (13), por meio de uma ação conjunta interposta na Justiça Federal de Minas, liberar a quantia de R$ 120 milhões que serão destinados aos dois Estados para ações de prevenção e combate à Covid-19.

Os recursos obtidos são parte dos valores que estão depositados em juízo pela mineradora Samarco a título de garantia para o pagamento dos prejuízos provocados pelo rompimento da barragem da mineradora, em Mariana (MG), no ano de 2015.

Em sua decisão, o juiz Mário de Paula Franco Júnior, da 12ª Vara Federal, definiu que o Espírito Santo receberá cerca de R$ 36 milhões e Minas Gerais aproximadamente R$ 84 milhões. “Autorizo – vedada qualquer outra destinação sem prévia e expressa autorização judicial, sob as penas da Lei – a utilização da quantia de R$ 36.037.751,29 para: a) adequação imediata da estrutura física de quatro unidades hospitalares estaduais para criação de leitos: Hospital Estadual Maternidade Silvio Avidos (HEMSA); Hospital Geral de Linhares (HG); Hospital Estadual João Santos Neves; e Hospital Estadual Roberto Silvares (HERAS); b) aquisição imediata de 150 ventiladores pulmonares eletrônicos microprocessados; c) aquisição imediata de 150 monitores multiparamétricos”.

Para o procurador-geral do Estado, Rodrigo Francisco de Paula, essa foi mais uma vitória da PGE para ampliar os recursos que já estão sendo utilizados pelo governador na guerra contra o novo Coronavírus. “Nesse momento de pandemia, quaisquer recursos extras que consigamos obter e canalizar para as ações de combate à Covid-19 são muito bem-vindos. E nós, da Procuradoria-Geral do Estado, estamos trabalhando com afinco nesse sentido”.

Outras ações

Com essa decisão, a PGE já soma, desde o início da pandemia, três ações que, juntas, podem destinar ao Estado a quantia aproximada de até R$ 117 milhões. A primeira delas foi obtida no final de março, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) acatou uma Ação Cívil Originária (ACO) na qual o Governo requereu a suspensão, por 180 dias, do pagamento das parcelas da dívida do Estado com a União. Atualmente, o pagamento efetuado pelo Estado é de R$ 10,9 milhões mensais, que, multiplicado por seis (180 dias), chegará à quantia de R$ 65,4 milhões.

Outra medida da PGE que garantiu mais recursos foi a solicitação feita ao Tribunal de Justiça do Estado (TJES), juntamente com o Ministério Público Estadual (MPES), para que o Fundo de Penas Pecuniárias gerido pelo TJES seja destinado à Secretaria da Saúde (Sesa). Em valores de hoje, o Fundo soma a quantia de aproximadamente R$ 15 milhões. A presidência do TJES acatou o pedido e expediu recomendação aos juízes para providenciarem o envio dos valores em favor da Sesa, o que já vem ocorrendo.

 

Leia mais

Vereador é sequestrado no Sul do Espírito Santo e fica quase 24 horas sob poder de bandidos

O presidente da Câmara de Vereadores de Presidente Kennedy, Thiago Nicson da Silva Viana (PTN), foi sequestrado por criminosos, no último fim de semana,...

Espírito Santo cria Grupos de Trabalho para discutir ações voltadas à população negra

A criação de três Grupos de Trabalho (GTs), formados por equipes do Governo do Estado e...

Projeto “Adote uma árvore” será lançado nesta segunda-feira em Nova Venécia

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente...

Projeto que altera dia de feriado tramita na Comissão de Legislação

A Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final...

Leia também

Coronavírus: Aderes entrega cestas básicas para modulistas dos terminais do Transcol

Promovendo ações que possam combater os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o Governo...

Sedurb avança na autuação on-line de processos

A Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb) registrou, no final de junho, um grande...

Crédito fundiário: 162 famílias foram contempladas em oito meses

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), por meio da Unidade Técnica...

Doação de sangue: Hemoes e 99 garantem viagens gratuitas até 31 de julho

A parceria do Hemocentro do Espírito Santo (Hemoes) com a empresa 99 segue até o dia...