PF cumpre mandados do caso dos 445 kg de droga encontrados em helicóptero no interior do ES

A apreensão aconteceu em novembro de 2013

O inquérito do caso dos 445 quilos de cocaína transportados por helicóptero do Paraguai até o Espírito Santo, ocorrido em 2013, foi concluído. Nesta sexta-feira (04), a Polícia Federal deflagrou uma operação policial com o objetivo combater o tráfico internacional de drogas e dar cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva nos estados de São Paulo, Paraná e Paraíba.

A operação é um desmembramento do inquérito relativo à prisão em flagrante ocorrida em 24 de novembro de 2013, que resultou na apreensão, no município de Afonso Cláudio, região Serrana do estado, dos mais de 440 quilos de cocaína transportados por helicóptero.

De acordo com informações da Polícia Federal, após investigações ao longo dos anos, foi possível identificar todo o grupo responsável pela logística e financiamento da ação ilícita, concluindo em definitivo o caso.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, com aumento de pena em função da transnacionalidade do delito. As penas somadas podem resultar em 25 anos de reclusão.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Vitória e a operação contou com a participação de 16 Policiais Federais.

Relembre o caso

Em 23 de novembro de 2013, quatro pessoas foram apreendidas em flagrante, com a quantidade de cocaína, em uma fazenda localizada em Ibicaba, no município de Afonso Cláudio. O material foi encontrado dentro de um helicóptero, que pertencia à empresa Limeira Agropecuária e Participações Ltda, criada pelo senador Zezé Perrella (PDT-MG), e que tem atualmente como um dos sócios o filho dele, Gustavo Perrella.

A aeronave saiu de São Paulo e, segundo a polícia, a suspeita é de que a droga seria exportada para a Europa. De acordo com a Polícia Federal, o piloto do helicóptero que carregava a cocaína, avaliada em R$ 7 milhões, recebeu R$ 60 mil para fazer a viagem.

Informações: Folha Vitória

 

Leia mais

Leia também