Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

A partir de agora, assim como o café e o vinho, o chá-mate possui um léxico próprio, ou dicionário, contendo atributos, definições e referências para descrever com mais detalhes as características sensoriais da bebida.

É um trabalho inédito, resultado de um estudo desenvolvido no âmbito do programa Cientista Visitante, da pesquisadora Rossana Catie Bueno de Godoy, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Florestas. Ela teve a orientação do professor Edgar Chambers V, do Sensory and Consumer Research Center, da Universidade do Estado do Kansas (K-State), nos Estados Unidos.

“O desenvolvimento de um léxico representa um dos primeiros passos para a melhoria da classificação do chá-mate, e de sua padronização no mercado, ações que irão se refletir na fidelização dos consumidores, que terão condições de escolher produtos de acordo com sua preferência”, afirmou a cientista da Embrapa. Ela explica que o léxico do chá-mate é um tipo de dicionário que contém atributos, definições e referências para descrever a cor, o aroma e o sabor do produto.

A expectativa é que o léxico do chá-mate revitalize toda a cadeia produtiva da erva-mate. A indústria se beneficiará com a reclassificação dos produtos. Gerentes de cultivo de erva-mate poderão direcionar a produção de chá tendo como alvo as características desejadas para a bebida. Os fabricantes poderão empregar os atributos para diferenciar itens, categorizar a matéria-prima, otimizar processos e desenvolver novos produtos.

 

Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

A expectativa é que o léxico do chá-mate revitalize toda a cadeia produtiva da erva-mate. Foto: Banco de imagens


Leia mais

Leia também