Pequenos venecianos escrevem cartas para seus pais

Juliano e Lívia são idênticos não somente na aparência, mas no jeito de viver. O papai é só orgulho da filhota

Na Homenagem do Dia dos Pais que A Notícia preparou esse ano tem surpresa de pai para filha e vice-versa. Com suas próprias ortografias, três crianças escreveram uma cartinha para seus papais. Quer presente melhor que esse?


Agora, pai e mãe

A Raissa, 11 anos, vai passar o Dia dos Pais agarradinha do papai dela, o Zé Luiz do Cricaré, 49 anos. A data será apenas entre os dois, já que a menina perdeu a mãe há menos de um mês, vítima de complicações em uma cirurgia.

De acordo com Zé Luiz, a afinidade entre ele e a menina é grande, e agora, isso tem aumentado ainda mais, com a ausência definitiva da sua esposa, a Roseane Teixeira Lage. “Ser pai é uma grande benção de Deus, e a presença da Raissa que vem em dando força para viver, agora sou pai e mãe, a missão é cuidar dela por dois agora”, diz.

A menina foi adotada aos três anos de idade, mas, Zé Luiz conta que para ele, a Raissa sempre foi dele, coisa de alma. “Ela já chegou em nossa casa no primeiro dia me chamando e pai, era pequenininha, e a Roseane, de mãe. É nosso tesouro, onde minha esposa estiver, quero que ela saiba que a nossa filha terá sempre ao lado dela esse pai aqui, que a ama incondicionalmente”, desabafa.

» Raíssa é só amores com o papai, Zé Luiz do Cricaré

Idênticos em tudo

O dentista Juliano Bettim Motta, 45, vai passar o Dia dos Pais agarradinho com a Lívia,9. Pai e filha são parecidos não somente na aparência, é o que garante o paizão. “Somos muito idênticos em tudo. Gostamos de fazer muitas coisas juntos também, como ver seriados e filmes, ela adora. Rezar juntos, caminhar, viajar, são outras coisas que minha filha gosta que façamos juntos, e com minha esposa também. A Lívia se diverte com coisas simples da vida, ela adora sentar na poltrona da frente do carro e eu vou dirigindo”, conta o dentista.

Juliano descobriu um problema de saúde há menos de um mês e de acordo com ele, o maior medo foi de não acompanhar o crescimento da menina. “Assumo que quando recebi o diagnóstico, passou um filme de vida. O medo de não ver a história de minha filha me fez chorar várias vezes, não ver a formatura, não entrar na igreja junto, não ajudar nas decisões da vida, esses foram alguns dos flashes que passaram e me fez sofrer no momento. Mas, a fé e a vontade de fazer parte desse filme, é o que não me faz desistir em me cuidar”, esclarece.

Juliano é casado com a professora, Andreia De Cassia Carloni, 40, e nessa semana do Dia dos Pais, o dentista aproveita para trazer uma mensagem. “Cuidem-se, procurem valorizar sua saúde, para que você tenha a oportunidade de ver a cada dia esse amor infinito e use esse convívio para te dar força, para seguir em frente”, relata.

» Filha e pai: Lívia e Juliano adoram viajar juntos

Pai, filho e avô

O pequeno Francisco Mattedi Padilha, 6, já se prepara para passar o dia dos pais com o seu papai, o Antônio Carlos Padilha, 52. Cheio de energia, o pai relata que o menino e ele adoram passar o tempo juntos. “Assistir filmes, jogar bola, fazer churrasco e muitas outras coisas é o que gostamos de fazer juntos, nos divertimos demais”, diz.

Casado com a Milena Mattedi, Padilha também é pai do Felipe Padilha, fruto de outro relacionamento, o Felipe. Para o Dia dos Pais, o Francisco vai dividir sua atenção com o pai e também o avô, o aposentado Altayr José Mattedi, 76, que é muito coruja, e ajuda nas tarefas de cuidado com o garoto, inclusive nas escolares. Ou seja, o vovô Altair, que é pai da Mamãe do Francisco, é pai duas vezes e de acordo com relatos, ele ama construir esse papel todos os dias na vida do neto, os dois não se desgrudam. Mas nada disso abala ou deixa o Padilha com ciúme, pelo contrário, ele acha bonita e importante a relação do Francisco e do avô. “Ser pai é a maior benção na vida de um homem. É ter responsabilidade, dedicação e tempo para cuidar. É um amor incondicional puro e verdadeiro”, fala Padilha.

» Em dose dupla, Francisco se diverte com o paizão, o Padilha e o avô, o Altair Mattedi, que adora auxiliar todos os dias nos cuidados com o neto

Com informações de Cintia Zache / redenoticiaes

Leia mais

Leia também