Parlamento venezuelano convoca diálogo nacional entre partidos políticos


O presidente do Poder Legislativo da Venezuela, Jorge Rodríguez, informou neste final de semana sobre a convocação do diálogo político entre partidos de várias tendências e a instalação de uma comissão parlamentar para nesta semana realizar uma intensa programação de encontros com representantes da mídia, movimentos sociais, sindicatos e comunidades religiosas.

“Rapidamente continuaremos os encontros com diferentes setores, para esta segunda-feira convocaremos partidos políticos na Mesa de Diálogo Nacional e outros fatores e organizações (…) para ouvir propostas”, frisou Rodríguez em declarações à imprensa.

O deputado do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) destacou os avanços do mecanismo de reunião nacional promovido pelo Parlamento eleito nas eleições de 6 de dezembro passado.

A este respeito, o chefe mencionou a aprovação na Assembleia Nacional da revogação da Lei dos períodos constitucionais e legais dos poderes públicos, o que abriu caminho para a celebração deste ano de eleições na Venezuela.

Como resultado do processo de diálogo entre as principais forças políticas do país, a decisão lançou as bases para a convocação de novas eleições ao longo de 2021, para a eleição de 23 governadores e 335 prefeitos.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, celebrou na véspera o acordo do Legislativo para modificar o regulamento eleitoral para permitir a realização simultânea de eleições para eleger as autoridades estaduais e municipais superiores.

Em declarações do Palácio Miraflores (sede do Executivo), Maduro afirmou que a coalizão do Grande Pólo Patriótico, formada pelo PSUV e outros partidos ligados à Revolução Bolivariana, estão preparando o maquinário eleitoral para o próximo exercício democrático.

O presidente destacou ainda o crescente interesse de diversos setores da oposição nos estados e municípios em disputar o direito de ser prefeitos e governadores.

A Venezuela realizou eleições parlamentares em 6 de dezembro passado, seladas com a vitória do PSUV e seus aliados, que conquistaram o controle da Assembleia Nacional com mais de 90% das cadeiras disputadas, informa a Prensa Latina.

Venezuela, Assembleia Nacional

Venezuela, Assembleia Nacional (Foto: Sputnik)

Leia mais

Leia também