Parceria entre MDR e FIERN viabilizará estudos para instalação de polo minero-químico no RN

O Governo Federal vai apoiar a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte, a FIERN, na produção de estudos para avaliar o potencial para a instalação de um polo minero-químico no oeste potiguar. A colaboração se dará por meio de um acordo de cooperação técnica firmado com o Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, nesta sexta-feira, 3 de setembro.

O ministro Rogério Marinho esteve presente à solenidade. Ele reforçou o compromisso do Governo Federal em apoiar o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.

“Essa é a nossa responsabilidade. A responsabilidade de apresentarmos um produto que, certamente, o mercado tenha apetite para comprar. E o Ministério vai fazer o seu papel atestando que é um bom produto, ajudando a Federação das Indústrias no roadshow, trazendo os interessados e os investidores para que eles entendam que essa é uma grande oportunidade de negócios”.

Um dos atrativos para a instalação do polo é a presença de matérias-primas necessárias para uma série de cadeias produtivas no Rio Grande do Norte. Entre elas, estão as de fabricação de PVC, cloro, soda, magnésio metálico, bromo e derivados, barrilha, vidro e sabão em pó. 

Para Amaro Sales, presidente da FIERN, o empreendimento tem potencial de transformar a realidade do estado.

“Espero que o MDR e a FIERN, juntos, tenhamos a celeridade desejada para consolidar os estudos existentes e formular os que sejam necessários para que o decisivo apoio do Governo Federal e de quem mais deseje ajudar. Apresentamos o projeto minero-químico à iniciativa privada e trazermos para o Rio Grande do Norte novas oportunidades de trabalho, geração de renda e desenvolvimento econômico e social”.

O trabalho conjunto entre o MDR e a FIERN deverá durar seis meses, com possibilidade de renovação do acordo. A parceria não envolve repasses de recursos ou encargos entre as partes.

Para saber mais sobre ações de desenvolvimento regional do Governo Federal, acesse mdr.gov.br.

Documento assinado nesta sexta-feira (3) prevê atuação conjunta do MDR e da FIERN para a elaboração de uma série de estudos para avaliar a possível instalação de um polo minero-químico na região oeste potiguar (Foto: Dênio Martins/MDR)Documento assinado nesta sexta-feira (3) prevê atuação conjunta do MDR e da FIERN para a elaboração de uma série de estudos para avaliar a possível instalação de um polo minero-químico na região oeste potiguar (Foto: Dênio Martins/MDR)