Paraná: Exército ajudará na entrega emergencial de medicamentos no estado caso seja necessário

Em visita ao Paraná, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o Governo Federal contará o auxílio do Exército para entrega emergencial de medicamentos no estado, caso seja necessário. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (23), em Curitiba, Pazuello afirmou que a logística de distribuição será feita em âmbito nacional. 

“Se precisarmos, vamos usar a logística militar e fazer essa entrega. Em poucas horas ou em um dia  pegaremos um estoque de emergência para não deixar faltar. Assim que vai ser feito com todos os estados e municípios do país”, destacou. 

Testagem em massa em São Caetano do Sul (SP) possibilita baixos índices de internação por conta da Covid-19

Vacina contra a Covid-19 começa a ser testada em voluntários de cinco estados e do DF

Taxa de retransmissão do coronavírus cai na maioria dos estados; outros seis apresentam alta

Nesta semana, a secretaria de Saúde do Paraná afirmou que o estoque de medicamentos para pacientes diagnosticados com Covid-19 nas UTIs do estado é suficiente para mais quatro dias. “Não temos hoje um estoque de emergência capaz de colocar 30 dias em cada lugar. A gente tem que ir lidando com um suprimento mútuo”, completou o ministro interino da Saúde.

Pazuello afirmou ainda que o Ministério da Saúde está trabalhando junto à Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) para compra internacional de medicamentos, mas que o governo federal encontra dificuldades no mercado externo com o alto preço e a demanda elevada por produtos de saúde. 

“O que acho que vai resolver o problema é uma licitação centralizada, feita no ministério e com a participação de todos os estados, onde o preço vai estar equalizado, já com logística de entrega prevista no local e direto com os produtores. Isso vai trazer uma certeza maior de quando empenhar na compra e também na estabilidade do mercado”, pontuou o ministro interino. 

Solicitações

Em reunião com Pazuello, o governo do Paraná solicitou ao Ministério da Saúde a renovação de 523 leitos de UTI e a habilitação de 303 novos leitos. O Executivo estadual solicitou ainda anestésicos, 150 ventiladores mecânicos e 150 monitores para as UTIs. 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o Paraná tem atualmente 59 mil infectados pelo coronavírus e 1.467 mortes. 

Foto: Jose Fernando Ogura/AEN

Leia mais

Ifes de Nova Venécia inicia produção de máscaras de acetato para doação

Os servidores do Campus Nova Venécia, Marcos Hortolani...

Coronavírus será tema debatido na live da Rede Notícia

» O médico, José Mauro Pimentel, a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Ingridi Ginelli Tonetto...

2º Batalhão realiza apreensões em quatro municípios no Noroeste no fim de semana

Neste fim de semana, policiais militares do 2º Batalhão detiveram oito pessoas e apreenderam armas, drogas, munições, recuperaram produtos de furto e roubo e...

Leia também

Adolescente de 14 anos sofre ameaça de estupro em Água Doce do Norte

  Na manhã da última sexta-feira, 18 de setembro de 2020, uma jovem de apenas 14 anos, moradora do distrito de Santo Agostinho, deu entrada...

ES: criança sobrevive após cair de sexto andar de prédio

Uma criança de cinco anos caiu do sexto andar de um prédio na região de Jacaraípe, na Serra. De acordo com o síndico do...

72 deputados e senadores vão disputar prefeituras em 2020

As eleições municipais deste ano deverão contar com a participação de 70 deputados federais e dois senadores. O senador Jean Paul Prates (PT-RN) vai...

São Bento do Norte (RN) vai ter parque eólico de geração de energia; Empreendimento deve criar 300 vagas de empregos

O financiamento do parque eólico que será implantado no município de São Bento do Norte (RN), foi aprovado pela diretoria Colegiada da Sudene e...