Pará prorroga campanha de vacinação contra a poliomielite

A campanha de vacinação contra a poliomielite foi prorrogada até o dia 30 de novembro no estado do Pará. O alcance foi baixo até o momento, com apenas 24,8% do público-alvo vacinado no estado. 

O município paraense com a maior cobertura vacinal da doença é Santarém Novo, com 81,95% e o que apresenta menor índice é Breves, no arquipélago do Marajó, com apenas 4,4%. 

A meta é vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo. Para isso devem ser ampliadas as bancadas de vacinação e os horários de atendimento, já que muitas unidades de saúde não têm atendido em horário integral, o que dificulta a ida de pais e responsáveis que trabalham o dia inteiro.

35% das crianças vacinaram contra poliomielite

Tribunal de Contas do Paraná vai fiscalizar produção da vacina russa contra Covid-19

Em nível nacional, até o momento, a campanha alcançou 39,18% da meta de vacinação, realizada em crianças entre 1 e 4 anos.

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença viral transmitida por água e alimentos contaminados. Quando a doença não é letal acaba deixando danos neurais que comprometem a força muscular e afetam diretamente a locomoção do paciente.

 

Vacinação. Foto: Agência Brasil

Leia mais

Leia também