Papa é internado em hospital de Roma para cirurgia no intestino


(ANSA) – O papa Francisco foi internado neste domingo (4) no Policlinico A. Gemeli, em Roma, para ser submetido a uma cirurgia no intestino grosso, informou a assessoria de imprensa do Vaticano. 

Segundo o comunicado, o procedimento já estava agendado e será realizado pelo especialista e professor Sergio Alfieri para reparar “uma estenose diverticular sintomática do cólon”. 

O Vaticano assegura que é uma intervenção de rotina e, portanto, não há apreensão. O horário da cirurgia e nem o tempo de duração foram divulgados pela Santa Sé, mas há a confirmação de que será ainda hoje. 

Ao final do procedimento um novo boletim sobre o estado de saúde do Pontífice será emitido. Francisco chegou no hospital por volta das 14h30 (horário local), acompanhado de um motorista e de um colaborador próximo. 

Fontes disseram à ANSA que a internação do Papa foi discreta e pouquíssimos profissionais de saúde notaram sua presença no centro médico. De acordo com os relatos, o religioso foi colocado no 10º andar do hospital universitário, nas mesmas instalações já usadas por outros Pontífices, como o papa João Paulo II. 

Antes de se internar, o líder da Igreja Católica participou da tradicional oração do Ângelus, na piazza São Pedro, onde informou, inclusive, que fará uma viagem em setembro para a Hungria e a Eslováquia. Ele, porém, não revelou que faria a cirurgia. A saúde do Papa sempre foi boa, embora Jorge Bergoglio tenha sofrido a remoção de parte do pulmão direito aos 21 anos. 

O caso foi contado no livro biográfico “O Jesuíta”, escrito pelos jornalistas Francesca Ambrogetti e Sergio Rubin. Após dias de febre e dor, ele foi diagnosticado com pneumonia severa. A doença foi mantida sob controle, mas surgiram três cistos e, após algum tempo, o argentino foi operado para remover a parte superior do pulmão direito. (ANSA)


Leia mais

Leia também