Papa deve ficar internado por 5 dias após cirurgia no intestino


(ANSA) – O papa Francisco foi submetido neste domingo (4) a uma cirurgia no intestino grosso e deve permanecer internado no hospital Policlínico Agostino Gemelli, em Roma, por “pelo menos cinco dias”, segundo apuração da Ansa.

De acordo com comunicado do Vaticano, o procedimento cirúrgico foi necessário para tratar uma “estenose diverticular do cólon”, que é causada pela doença diverticular, uma formação de divertículos (bolsinhas) no intestino grosso que podem sofrer inflamações frequentes. Quando o paciente tem estenose, o intestino fica mais estreito, dificultando a passagem das fezes.

A Santa Sé assegura que a operação é de rotina e já estava agendada, portanto, não há apreensão. A intervenção foi realizada pelo professor Sergio Alfieri e finalizada após cerca de uma hora, mas até o momento não há informações confirmadas sobre o estado de saúde de Francisco.

Mais cedo, o diretor da sala de imprensa, Matteo Bruni, afirmou que divulgaria um boletim médico ao término da cirurgia.

Esta é a primeira vez que o argentino é hospitalizado desde que assumiu o cargo de líder da Igreja Católica, em 2013, além da operação de catarata há alguns anos.

Jorge Bergoglio chegou ao hospital universitário na capital italiana por volta das 15h (horário local) acompanhado de seu motorista e de um colaborador próximo. Fontes disseram à Ansa que a hospitalização foi discreta e pouquíssimos profissionais de saúde sabiam da cirurgia.

Funcionários do centro médico informaram que o religioso foi internado em um quarto no 10º andar, nas mesmas instalações já usadas pelo papa João Paulo II. Os acessos do hospital estão sendo vigiados pelos seguranças e carabineiros.

Francisco quis esperar o início de julho, mês em que, como todos os anos, seus compromissos são reduzidos, para enfrentar o problema de saúde, do qual poucos tinham conhecimento até agora.

De acordo com apuração da Ansa, foi seu novo médico pessoal, Roberto Bernabei, diretor do Departamento de Ciências do Envelhecimento, Neurológicas, Ortopédicas e da Cabeça e do Pescoço na Fundação Policlínico Universitário Agostino Gemelli, que após sua nomeação decidiu marcar a cirurgia para hoje.

Na semana passada, o Papa chegou a pedir para os fiéis rezarem por ele de uma maneira especial, apesar de não falar sobre o procedimento. “Hoje, perto da festa de São Pedro e São Paulo, peço que vocês rezem pelo Papa, rezem de uma forma especial. O Papa precisa de suas orações. Obrigada”, disse o Pontífice no último domingo (27).

Hoje cedo, antes de se internar, Bergoglio participou da tradicional oração do Angelus, na piazza São Pedro, onde informou que fará uma viagem para a Hungria e a Eslováquia entre os dias 12 e 15 de setembro. No entanto, ele também não comentou sobre a operação.

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, e a prefeita de Roma, Virginia Raggi, desejaram uma rápida recuperação para o Pontífice.

A cirurgia no cólon acontece no momento em que o Papa apresenta boa saúde no quadro geral, principalmente para um idoso de 84 anos e mesmo que tenha tido problemas de saúde ao longo dos anos, como a operação pulmonar, as recorrentes dores ciáticas e a operação de catarata. 

Papa Francisco

Papa Francisco (Foto: Giuseppe Lami/EFE/Direitos reser)

Leia mais

Leia também