Pandemia da Covid-19 está ‘longe de ter terminado’, diz diretor-geral da OMS: ‘O pior ainda está por vir’

GENEBRA — O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou nesta segunda-feira que a pandemia do coronavírus está longe de ter terminado e que o “pior ainda está por vir”. No domingo, o total de infectados pelo novo coronavírus no mundo ultrapassou a marca de 10 milhões e 500 mil mortes, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

  1. — Todos nós queremos que isso acabe. Todos queremos continuar com nossas vidas. Mas a dura realidade é que isso não está nem perto de terminar. Embora muitos países tenham feito algum progresso globalmente, a pandemia está realmente acelerando — alertou Adhanom. — A maioria das pessoas permanece suscetível, o vírus ainda tem muito espaço para se movimentar.

Apesar do tom pessimista, o chefe do programa de emergências da OMS, Mike Ryan, celebrou o enorme progresso na busca por uma vacina segura e eficaz para prevenir a doença, mas lembrou que ainda não há garantia de que o esforço conjunto será bem-sucedido.

O Ministério da Saúde anunciou, no sábado, a produção de 30,4 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 em parceria com a Universidade de Oxford, com investimento de US$ 127 milhões. Os testes estão em fase final e o primeiro lote deve ser produzido em dezembro deste ano, e o segundo em janeiro de 2021 pela Bio-Manguinhos.

A América Latina, onde o vírus chegou tardiamente, superou a Europa no total acumulado de casos — a América do Norte, porém, está à frente do ranking das mortes. Os Estados Unidos respondem por 25% de todos os óbitos mundiais. Em seguida vem o Brasil, com 10% dos óbitos, embora tenha menos de 3% da população mundial. Em comum, os dois países têm presidentes com histórico de minimizar a doença. O americano Donald Trump, porém, mudou de posicionamento e incentivou o aumento da testagem. Jair Bolsonaro, por sua vez, reclamou na última quinta-feira do “excesso de preocupação” de governadores e prefeitos com a Covid-19.

A OMS já havia alertado, na semana passada, para o recrudescimento de infectados na Europa, onde muitos países já avançam na retomada das atividades. Na semana passada, o continente teve um aumento no número de casos semanais pela primeira vez em meses.

Por causa disso, alguns países precisaram recuar na flexibilização do isolamento. Um dos casos é o da Alemanha, que determinou o retorno do confinamento a uma região onde vivem 600 mil pessoas depois do surgimento de um novo foco de infecções no maior matadouro da Europa. Portugal também reinstituiu a quarentena em alguns bairros de Lisboa.

A OMS foi criticada por alguns países-membros, especialmente os Estados Unidos, que afirmam que o combate à doença foi muito fraco, muito lento e muito “centrado na China”. O governo Trump anunciou em maio o rompimento com a organização, da qual os EUA eram o principal financiador.

Na entrevista coletiva, Ghebreyesus disse ainda que está se preparando para enviar uma equipe à China para determinar a origem do novo coronavírus.

— Poderemos combater melhor o vírus quando soubermos tudo sobre ele, incluindo como ele começou. Enviaremos uma equipe para a China na próxima semana para nos prepararmos para isso, e esperamos que nos ajude a entender como o vírus começou e o que podemos fazer no futuro para nos preparar — afirmou.

Leia mais

Nova Venécia registra mais seis casos de coronavírus e total chega a 62

Mais seis casos positivos de coronavírus (Covid-19) foram...

PI: Apenas 14 municípios do estado tiveram transparência na contratação de profissionais durante pandemia, aponta TCE

Um levantamento do Tribunal de Contas do Piauí apontou que apenas 14 municípios do estado apresentaram transparência na contratação de profissionais durante a pandemia....

Sistema Único de Assistência Social recebeu mais de R$1 bilhão para enfrentar a Covid-19

Mais de R$ 1 bilhão em recursos extraordinários foram repassados pelo Governo Federal aos municípios brasileiros com objetivo de fortalecer a rede socioassistencial no...

Funcionário Kaian Cabral é afastado da Prefeitura de Água Doce do Norte

O prefeito de Água Doce do Norte Paulo Márcio Leite Ribeiro ordenou o afastamento temporário do...

Leia também

MG: Crea apresenta propostas de engenharia, agronomia e geociências para candidatos nas eleições municipais

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) de Minas Gerais apresentou uma carta de propostas de geociências, agronomia e engenharia aos candidatos ao...

BA: UPB afirma que competência de fiscalizar servidor que recebe auxílio é da União

A Coordenação Jurídica da União dos Municípios da Bahia (UPB) decidiu que os municípios não possuem competência, nem aparato técnico para o controle do...

Governo estuda transformar fundos de desenvolvimento regional em fundos de natureza privada

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) estuda transformar Fundos de Desenvolvimento Regional do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste em fundos de natureza privada....

RN: Secretaria do estado orienta unidades de saúde a investigarem possíveis casos de reinfecção por Covid-19

A Secretaria de estado de Saúde Pública do Rio Grande do Norte solicitou, por meio de nota técnica, que as unidades de saúde acompanhem...