Palavrão em atividade escolar causa polêmica no Espírito Santo

Uma atividade escolar enviada aos alunos do 4° ano do Ensino Fundamental de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, causou polêmica. Uma história em quadrinhos foi reproduzida no conteúdo pedagógico com um palavrão.

Uma mãe, que não quis ser identificada, contou que a filha é estudante do 4º ano de uma escola municipal de Cachoeiro de Itapemirim e recebeu o material didático na última sexta-feira (21).

“Achei imprópria a atividade. Precisam dar mais atenção ao que enviam para as nossas crianças”, disse a mãe.

A atividade reproduz uma história da Turma da Mônica. Nela, a mãe de Magali leva a filha ao médico para que ele resolva o “apetite insaciável” da menina. A personagem infantil é conhecida por comer muito.

Na sequência, a atividade mostra Magali disputando o lanche do médico com o profissional, que pede ajuda de Lili para que a menina solte a comida dele. A fala do médico no material enviado pelo município tem um palavrão.

Atividade de Cachoeiro de Itapemirim é enviada para crianças com palavrão

No entanto, a história original não contém o xingamento. A versão usada na atividade escolar é uma paródia do quadrinho original e circula pela internet.

A Secretaria de Educação de Cachoeiro de Itapemirim explicou que, por causa da pandemia, as atividades são enviadas pela internet. Segundo a secretaria, houve um equívoco no envio do exercício e a situação já foi corrigida pela professora responsável.

A secretaria informou ainda que o assunto está sendo tratado com a pedagoga e com a professora envolvida para evitar que hajam transtornos com relação ao ocorrido.

Atividade de Cachoeiro de Itapemirim é enviada para crianças com palavrão — Foto: Reprodução/TV Gazeta

História original já foi usada em material didático para professores de Paraná — Foto: Reprodução/Cadernos PDE Paraná
História original já foi usada em material didático para professores de Paraná — Foto: Reprodução/Cadernos PDE Paraná


Leia mais

Leia também