Países-membros da OMC fazem nova proposta de suspensão de patente de vacina. Brasil continua fora


O Brasil continua fora da lista de países que propõem a suspensão das patentes de vacinas. A OMC (Organização Mundial do Comércio) recebeu de 62 países uma nova proposta para a suspensão de patentes de vacinas e toda tecnologia que possa ajudar a dar uma resposta à pandemia da covid-19. 

Além dos co-patrocinadores, mais 40 países apoiam a ideia, informa o jornalista Jamil Chade, que detalha o novo projeto. De acordo com o documento, “a suspensão de direitos de propriedade intelectual seria válida por pelo menos três anos, tempo considerado como suficiente para permitir que laboratórios em todo o mundo ampliem suas produções e fabriquem versões genéricas das vacinas e outros produtos”.

A proposta é liderada pela Índia e África do Sul e já conta com o apoio da maioria das economias emergentes e que têm protestado por estarem sendo deixadas à margem da operação de vacinação no mundo. Hoje, 90% de todas as 1,2 bilhão de doses administradas ocorreram nos países do G-20, enquanto os 40 países mais pobres receberam apenas 0,3% das vacinas.

(Foto: Pfizer/Divulgação/Reuters)

Leia mais

Leia também