Pai da vice-prefeita de Vitória é assassinado no interior de Minas Gerais

De acordo com a assessoria do prefeito Lorenzo Pazolini, a companheira de Denevaldo Feliciano Franca é suspeita do crime.

Vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane, homenageou o pai em uma postagem nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

Vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane, homenageou o pai em uma postagem nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

O pai da vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane (Republicanos) foi assassinado na noite do último domingo (3). O crime aconteceu na cidade de Goiabeira, no interior do estado de Minas Gerais, onde Denevaldo Feliciano Franca, de 50 anos, morava.

A morte do pai da vice-prefeita foi confirmada pela assessoria de imprensa do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos), que informou também que a companheira de Denevaldo é suspeita de ter cometido o crime.

No entanto, a motivação do homicídio não foi esclarecida até o momento. O crime será investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais.

Em uma publicação em suas redes sociais, a vice-prefeita lamentou a morte do pai. “Ninguém morre enquanto permanece vivo no coração de alguém”, disse ela em uma frase publicada junto com uma foto em que ela e o pai aparecem. Denevaldo faria 51 anos no dia 15 de janeiro.

Capitã Estéfane viajou para Minas Gerais para resolver questões burocráticas acerca da morte de seu pai. A Prefeitura de Vitória lamentou o ocorrido e, em nota, manifestou sua solidariedade à vice-prefeita e sua família.

Leia mais

Leia também