Pacientes renais visitam a clínica de homodiálise e demonstram ansiedade pelo tratamento

Compartilhe

O aposentado Ludovico Saar, 73 anos, luta pela vida há décadas com problemas renais. Ele já chegou a fazer transplante de rim, mas, depois de 10 anos houve rejeição e teve que voltar a fazer hemodiálise, porém, precisou ir embora de Barra de São Francisco para a capital, onde realiza o procedimento no Hospital Evangélico. Na tarde desta quinta-feira, 23, junto com cerca de uma centena de pacientes, ele foi conhecer a clínica Med.Álise, junto com familiares e já queria pedir a transferência imediata.

“Meu pai é um guerreiro, perdeu os rins, já quase morreu várias vezes por problemas renais e, embora esteja confortável junto da família em Vitória, o sonho dele é voltar para o córrego do Itá, frequentar a Igreja Luterana, e estar mais perto dos irmãos”, relata o filho Henrique.

Assim como Ludovico (de máscara na foto), os pacientes que estiveram na clínica nesta quinta-feira, inclusive de municípios vizinhos, como Água Doce do Norte, Nova Venécia, Mantenópolis e Mantena (MG), o sonho de todos é começar a fazer hemodiálise em Barra de São Francisco imediatamente.

Mas, assim como o aposentado Lazim Silva Costa, 65 anos, morador do córrego Santa Angélica, o sonho dele é não ter mais que se deslocar até Colatina três vezes por semana para fazer hemodiálise.

“A gente sofre muito, são quatro horas na máquina e mais outras horas viajando. A gente sai de madrugada e só chega em casa por volta das 23h”, relata Lazim.

Segundo a proprietária da clínica, Josi Lopes, falta muito pouco a clínica estar pronta para atender os pacientes, mas, algumas situações terão que ser resolvidas antes que eles sejam transferidos. “Na verdade, a Secretaria Municipal de Saúde já está cuidando, junto à Secretaria Estadual (Sesa), de promover a transferência dos pacientes que desejarem fazer o tratamento em Barra de São Francisco.

A enfermeira Carolina Possatti e o secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves também informaram aos presentes que todos os pacientes de Barra de São Francisco terão que preencher uma solicitação de transferência para que a Secretaria Municipal de Saúde possa solicitar a transferência e a liberação da ficha (prontuário) e documentação dos pacientes.

Elcimar explicou ainda que o edital de credenciamento da clínica junto à Sesa deverá ser feito ainda este mês e anunciado pelo governador Renato Casagrande, que estará presente na inauguração da clínica, no dia 2 de julho.

“Nós vamos começar a funcionar efetivamente em julho, mas os pacientes de hemodiálise já podem vir conhecer a nossa clínica, todos serão recebidos e acolhidos nesse ambiente preparado cuidadosamente para dar conforto ao paciente e serão informados sobre o atendimento”, informa Josi Lopes.

Ainda segundo a empresária, com as maquinas instaladas, será possível trabalhar em dois turnos inicialmente – manhã e tarde – com os pacientes de Barra de São Francisco e, em seguida, atendendo aos pacientes dos municípios vizinhos.

“Existe a possibilidade de atendermos também aos pacientes de Mantena (MG), já que o município faz parte do consórcio e, assim, os pacientes de hemodiálise do município mineiro também poderão ser poupados da viagem até Governador Valadares para o tratamento”, observa a empresária.

Josi informou ainda que todos os equipamentos da clínica já foram adquiridos e os futuros colaboradores também já foram selecionados e devem começar o treinamento a partir do dia 20 deste mês.

“Nós recebemos centenas de currículos, ficamos felizes com a confiança dos profissionais em nossa empresa, mas tivemos que selecionar os que estão mais preparados, ou seja, aqueles que já tinham alguma experiência na área ou em urgência e emergência, mas, pretendemos, mais tarde, ofertar cursos no setor, porque a tendência é precisarmos de mais profissionais em breve”, informa ela.

“Nós vamos iniciar o serviço com uma equipe de aproximadamente 25 colaboradores, inclusive a médica nefrologista, Marcela Severiano, a enfermeira Pauline Sotta, que é a técnica responsável pela clínica e os demais colaboradores.”

“Viemos para Barra de São Francisco porque acreditamos muito no potencial da região, detectamos essa necessidade, então decidimos investir na construção desse centro de hemodiálise. Gostaríamos de agradecer muito ao prefeito Enivaldo dos Anjos, ao ex-prefeito Alencar Marim, que apoiou o início do projeto, ao governador Renato Casagrande, que nos prometeu todo apoio e a todos que têm contribuído para que essa clínica se torne realidade”, disse a empresária.

Como funciona a hemodiálise

Josi explica que no processo de hemodiálise a máquina basicamente faz a filtragem do sangue que deveria ser feita por esse órgão e uma das partes do processo envolve a passagem do sangue por uma máquina com água. “A osmose é feita por filtros especiais que tiram as impurezas da água utilizada no processo de filtragem do sangue do paciente.”

“Nossa osmose utiliza os equipamentos mais modernos do mercado. Nós, inclusive já iniciamos com sistema de Osmose Duplo passo de filtragem da água. Nosso gasto com água é enorme e precisaremos ativar um poço artesiano, já que a água tratada, para nós, tem um custo duplo, que é a taxa de tratamento de esgoto. Com a água do poço artesiano, precisaremos fazer uma dupla filtragem, para retirar os minerais da água, que precisa ser extremamente purificada. Até mesmo resíduos de elementos como alumínio, fluoreto, cobre e zinco, comumente deixados pelo tratamento tradicional da água, podem gerar muitos efeitos colaterais nos pacientes renais.”

Para tratar a água, o processo de osmose passa a água de um lado para o outro do equipamento através da membrana. Essa, por sua vez, retém as impurezas e poluentes, deixando a água completamente pura para o procedimento de hemodiálise.

Leia também

Vila Pavão terá feriados municipais e ponto facultativo nesta semana

  Os feriados municipais do padroeiro São Pedro e de emancipação política de Vila Pavão, celebrados nesta quarta-feira (29)...

Embriagado acaba preso após tentar atropelar PM que reagiu com tiro nem Mantenópolis

Um homem de 36 anos que conduzia um veículo Gol de cor cinza foi preso na noite deste...

MG: mulher mata marido após ele chamá-la de “velha e gorda”

A polícia no município de Itajubá, no sul de Minas Gerais, prendeu duas mulheres, de 38 e 33...

Estudo propõe termos mais simples para reclassificar obesidade

Um estudo conduzido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP) propõe um novo tipo...

Moto é encontrada queimada em Mantenópolis

Uma moto foi encontrada queimada na manhã desta quinta-feira, 30 de junho de 2022, em Mantenópolis. De acordo com informações...

Athletico-PR apresenta oficialmente o volante Fernandinho

O Athletico-PR apresentou oficialmente nesta segunda-feira (27) o volante Fernandinho. E o meio-campista, que estava no Manchester City...

Furto de pimenta do reino, furto em veículos e tentativa de suicídio em Nova Venécia

Uma propriedade teve 200 quilos de pimenta de reino furtados durante a tarde desta quarta-feira (29), no interior...