Pacientes que testaram positivo para Coronavírus são flagrados descumprindo isolamento em Colatina

Pacientes que testaram positivo para Covid-19 em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, foram flagrados descumprindo o isolamento social.

Nesta semana, um médico que atende em uma unidade de saúde do município encontrou com um paciente que tinha colocado em isolamento após testar positivo para coronavírus fazendo compra em um supermercado.

“Essa pessoa, desde o momento em que ela sai de casa, ela pode sair contaminando os locais onde outras pessoas vão passar desavisadas e poderão se contaminar”, alertou a secretária municipal de Saúde, Kamila Sales Roldi.

Colatina tem segundo maior número de casos de coronavírus fora da Grande Vitória. Foto: Reprodução / TV Gazeta

De acordo com a secretária, a Prefeitura vem recebendo diversas denúncias de descumprimento de isolamento.

“Nós recebemos denúncias das próprias equipes de Saúde da Família que, quando eles ligam para fazer o monitoramento, o paciente informa que não está em casa ou um familiar atende o telefone e diz que o paciente que deveria estar em quarentena deu uma saidinha rápida”, contou Kamila.

A secretária enfatizou que a doença está com uma velocidade alta de transmissão no município e que o descumprimento do isolamento pelos doentes agrava o risco de infecção da população pelo vírus.

Até a última atualização do Painel Covid-19, nesta quarta-feira (15), Colatina tem o segundo maior número de casos confirmados fora da Grande Vitória, 2.789, e 58 mortes por coronavírus.

O município ainda tem o segundo pior índice de isolamento social do Espírito Santo, com média de 42,04%, ficando atrás apenas de Bom Jesus do Norte (40,31%).

“A doença que ainda tem uma velocidade de transmissão alta no interior. No começo da pandemia, as pessoas precisavam de um teste positivo para se isolar, porque não acreditavam. Agora, nem as pessoas que estão testando positivo estão obedecendo a quarentena”, declarou.

De acordo com a secretária, quem for flagrado descumprindo o isolamento obrigatório pode ser abordado pela polícia e sofrer punições.

Ela salientou que é crime quebrar o termo de isolamento e desobedecer a autoridade sanitária.

“Quando a gente recebe alguma denúncia de pacientes infectados descumprindo o isolamento obrigatório, vamos apurar para ver se está de acordo. Se proceder, a Polícia Militar é acionada para abordar o paciente. Quando não resolvido, pode-se até acionar o MPES para apresentar uma denúncia”, explicou.

Os infectados que descumprem o isolamento social podem estar cometendo o crime previsto no artigo 268 do Código Penal, que gera detenção de um mês a um ano e multa.

A população pode denunciar os casos pelo disque-aglomeração (27) 99976-5920 e deve informar, se possível, o nome completo da pessoa.

“A gente tem uma pressão tão grande para voltar as atividades comerciais. Estamos fazendo movimento tão grande para tentar vencer essa pandemia, mas se não tivermos a colaboração dos cidadãos, não vamos conseguir”, lamentou a secretária.

 

Leia mais

Leia também