Pacientes graves podem transmitir Coronavírus por até 3 semanas, diz OMS

A líder técnica da resposta ao coronavírus da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, disse nesta quarta-feira, 29, que pessoas que apresentam o quadro grave da covid-19 podem transmitir o vírus por até três semanas após início dos sintomas, enquanto esse período para pacientes com a forma leve ou moderada é de até nove dias. O Brasil tem contabilizado uma média diária de 1.005 mortes pelo vírus.

“Estamos usando essa informação para saber por quanto tempo alguém precisa ser isolado, para prevenir a transmissão para outros“, afirmou Maria durante live de perguntas e respostas da OMS para o público geral.

Ela aponta que, embora pacientes que apresentam a forma severa da doença transmitam por mais tempo, eles já estão nos hospitais e isolados.

Apresentados por laboratórios parceiros da organização, os dados desses estudos ainda são limitados. A pesquisa referente aos casos graves está em pré-print – ou seja, não foi revisada por pares.

Segundo a líder técnica, também é importante ter conhecimento desse período porque mesmo o teste PCR – coletado por cotonete no nariz e garganta – pode dar positivo por um longo período de tempo. “Mas isso não significa, necessariamente, que essas pessoas são infecciosas, que podem transmitir o vírus para outros”, explicou.

Maria reiterou que a OMS recomenda isolamento de todos os casos como forma de diminuir o contágio pelo coronavírus. “É importante que todos os casos sejam identificados, mesmo os assintomáticos, porque eles também podem transmitir“.

Leia mais

Francisquense contaminado pelo novo coronavírus explica seu atual estado de saúde

Recentemente o franquisquense Luciano Carvalho Delogo vem passando por uma situação no mínimo constrangedora após ser...

Exército pede levantamento sobre capacidade dos cemitérios no Espírito Santo

O Exército solicitou aos municípios do Espírito Santo e do Rio de Janeiro um levantamento sobre a disponibilidade de sepulturas e da capacidade diária...

Nuvem de gafanhotos pode chegar na quarta-feira ao Rio Grande do Sul, preveem técnicos

A nuvem de gafanhotos que está na província...

Expansão de gasodutos e maior oferta de gás natural podem alavancar agronegócio goiano

Com mais de 27 milhões de toneladas de grãos e área cultivada superior a seis milhões de hectares na safra 2019/2020, Goiás está entre...

Leia também