Pacientes de Vitória e Vila Velha esperam há dois dias por leitos de covid em pronto-atendimentos

A pressão no sistema de saúde do Espírito Santo, causada pela aceleração no número de casos da covid-19, já é sentida em UPAs e PAs da Grande Vitória. Na capital, há pacientes aguardando por transferência para leitos hospitalares há mais de dois dias. A situação também se repete em Vila Velha.

Na manhã desta terça-feira (30), 42 pessoas estavam internados em Pronto-Atendimentos de Vitória, aguardando por um leito em hospitais do SUS. Deste total, 27 pacientes estão infectados com a Covid-19, vinte precisam de um leito de enfermaria e sete aguardam por um leito de UTI.

A situação não é diferente em outros municípios da Grande Vitória. Em Vila Velha, nesta terça-feira, 29 pacientes aguardavam por transferência para leitos hospitalares no Pronto-Atendimento da Glória. A secretaria de saúde do município não informou o tempo de espera e nem detalhou o número de pacientes que aguardam por leito de UTI.

Porém, até a noite desta segunda-feira (29), quatro pacientes esperavam por transferência para uma UTI e 24 aguardavam por leitos de enfermaria. O município informou que 14 pacientes aguardavam por transferências há mais de 24 horas e que o tempo médio de espera por um leito para internação hospitalar é também de dois dias.

Na Serra, 58 pacientes com covid-19 estão aguardando transferência para leitos hospitalares. No entanto, o município não informou o tempo de espera para as transferências e nem quantos deles precisam de um leito de UTI.

A Prefeitura de Cariacica ainda não informou sobre o número de pacientes internados no PA do Trevo de Alto Laje, que aguardam por transferência para leitos nesta terça-feira (30). Na segunda, o município informou que 32 pacientes estavam internados com quadro gripal, sete deles precisavam de internação em unidades semi-intensivas. Porém, não detalhou quantos deles eram pacientes com covid-19.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também