Outro hóspede indiano de hotel em Vitória testa positivo para Covid-19

 

Um indiano que está hospedado em um hotel de Camburi, em Vitória, testou positivo para a Covid-19. O estabelecimento é o mesmo que ficou interditado por cinco dias após outro indiano ter a doença diagnosticada.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) informou que o diagnóstico foi feito na testagem de liberação do isolamento. Dessa vez, o hotel não precisou ser isolado.

No primeiro caso, 57 hóspedes, incluindo cinco crianças, e 37 funcionários foram testados e isolados.

O material coletado será encaminhado para para a Fiocruz para saber por qual variante o indiano foi infectado. A previsão é que o resultado fique pronto em até 10 dias.

O procedimento é o mesmo que foi adotado quando o primeiro indiano foi contaminado. O resultado mostrou que ele havia sido contaminado com a variante brasileira e não a indiana.

O grupo de três indianos estava sendo monitorado pelo Governo do Estado desde o final de maio. Os três são trabalhadores de embarcações. O indiano que foi diagnosticado terá que ficar em quarentena, no quarto do hotel, por mais 10 dias. Os outros dois foram liberados.

Até o momento, o Espírito Santo não registra casos confirmados da variante indiana do novo coronavírus, a B.1.617. Ela já foi oficialmente detectada em 49 países e quatro territórios, segundo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) publicado nesta quarta-feira (26).

De acordo com o documento da OMS, a B.1.617 é mais contagiosa em uma comparação inicial com a variante britânica, mas ainda é investigado se ela está relacionada a quadros mais graves de Covid-19 e se ela aumenta o risco de reinfecção.

Indiano hospedado em um hotel de Vitória testou positivo para Covid-19 — Foto: Caíque Verli/TV Gazeta

Indiano hospedado em um hotel de Vitória testou positivo para Covid-19 — Foto: Caíque Verli/TV Gazeta


Leia mais

Leia também