OS ENCONTROS DE JOVENS TAMBEM ERAM DIVERTIDOS

 

eu euQuem nunca participou de grupo de jovens, retiros, encontros ou seminários de sua comunidade perdeu a oportunidade de aprender e se divertir muito. É claro que para dar graça tem que ter alguma coisa atrapalhada. O  mais comum era passar creme dental no rosto do dorminhoco. Na hora em que o sujeito se olhava no espelho levava aquele susto. Em um evento em Baixo Guandu-ES eu e dois colegas pegamos uma porção de cimento vermelho (chamava-se de xadrez) e desrosqueamos os chuveiros e introduzimos o pó. Você imagina o que aconteceu quando o primeiro da fila foi tomar banho!

Em outra feita, agora em Central de Minas, o meu tio que reside em Boston-MA-EUA aproveitou que a luz do dormitório estava apagada para praticar mais um dos seus grandes feitos. O irmão de papai apanhou um pote d’água – recipiente de barro usado para armazenar água potável – e sem a tampa deu um giro de trezentos e sessenta graus, dando assim um banho na galera inteira. O fato foi grave e houve a necessidade da intervenção do Pastor, que nomeou o titio lá do estrangeiro para apurar o acontecido e apontar o autor da peraltice. O caso não foi solucionado e a autoria continua incerta até hoje.

O evento que eu considero mais engraçado se deu em uma das salas de aula da Escola, em Pancas-ES. Os rapazes estavam alojados em uma sala e as moças em outra sala. A bagunça feita pelos meninos era grande e foi necessário que o Pr. Melqui, meu pai, e o Pr. José Martins dessem um pito geral para que o silencio reinasse e todos pudesse dormir em paz. O problema é que com o nosso silencio as gargalhadas e conversas altas das mulheres foram notadas de longe. Num abrupto houve duas pancadas com a mão espalmada na porta da sala de onde vinha o barulho. Os tapas produziram um eco fantástico na escola inteira, mas foi seguido por uma quietude instantânea das meninas. Ocorre, que as batidas forte na porta da sala vizinha provocou um grande susto no Pr. José Martins, o que o levou a sair com a seguinte profetada: Isto só pode ser obra do diabo! O Pr. Melqui estava de volta à sala dos homens e retrucou as falas do Pr. José Martins: Não Pastor, eu é que fui obrigado a dar um jeito daquelas moças nos deixar dormir. Ainda estava longe de podermos adormecer, eis que algum engraçadinho toda hora bradava na escuridão: Isto só pode ser obra do diabo.

Texto: Creumir Guerra
Creumir Guerra é Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo

Veja mais sobre Creumir Guerra

Leia mais

Casagrande confirma sete novos casos de coronavírus no Espírito Santo

O governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), confirmou,...

Voz do Brasil terá novas regras de transmissão no rádio

Em decreto publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro determinou novas regras para a retransmissão de a “A...

Enivaldo dos Anjos emociona ao falar de vítimas da COVID: “Situação mais dramática dos meus 70 anos”

Deputado Cobrou postura mais responsável de população e...

Casagrande confirma 94 novos casos de coronavírus e mais um óbito no ES

O governador do Estado, Renato Casagrande, confirmou, durante...

Leia também

Governo anuncia simplificação do eSocial e modernização de normas do trabalho

Segundo o Ministério da Economia, o texto atual estava em vigor desde 2005 e dificultava e inviabilizava a adoção de soluções trabalhistas no setor...

“Perdemos um terço da estrutura produtiva. Nossa retomada vai depender do aumento do consumo no Brasil”, diz coordenadora de Inteligência de Mercado da Abicalçados

A crise causada pela pandemia da Covid-19 teve impacto significativo no mercado calçadista brasileiro. O Brasil é o quarto maior produtor mundial de calçados,...

Novo regulamento para o setor de radiodifusão passa a valer a partir de 3 de novembro

O setor de radiodifusão vai passar por uma série de mudanças em sua regulamentação. A principal delas é o novo Regulamento sobre Canalização e...

Mobilização pelo Emprego e Produtividade promete facilitar a vida de empreendedores

Com a pandemia, não foi só a saúde que enfrentou dificuldades. Até final de julho deste ano, mais de 13 milhões de brasileiros ficaram...