Os desafios da próxima década

Compartilhe

Depois de atravessar a década mais desafiadora de sua história, a Vale tem pela frente outros grandes desafios: manter-se competitiva no mercado de minério de ferro, assegurar sua posição de liderança nesse mercado, se consolidar como importante player no mercado de metais que serão decisivos para a transição energética e ao mesmo tempo recuperar sua imagem perante a sociedade (bastante afetada após os acidentes de Mariana e Brumadinho), mostrando que pode produzir de maneira segura e sustentável, sem danos às pessoas e ao meio ambiente.

Oito décadas após sua criação, a Vale continua fortemente dependente do minério de ferro, que deu origem a sua criação. Tanto que, em 2021, o minério de ferro (incluindo pelotas) respondeu por cerca de 84% do total de suas receitas, que somaram, US$ 54,5 bilhões, um recorde na história da companhia. Os metais básicos (cobre, níquel, cobalto e outros subprodutos), cuja grande base de produção está no exterior, principalmente no Canadá, tiveram uma participação de 14,6% nas receitas.

E tudo indica que assim será no futuro, ou seja, a Vale continuará focada em minério de ferro e metais básicos, já que os pilares estratégicos definidos por sua direção para os próximos anos incluem a maximização do flight-to-quality no minério de ferro, transformação dos metais básicos, segurança e excelência operacional, novo pacto com a sociedade e disciplina na alocação de capital.

Manter-se competitiva no mercado de minério de ferro não é muito difícil, já que a empresa tem o privilégio de contar com as melhores reservas hoje conhecidas no mundo, localizadas na Província Mineral de Carajás, que possibilitam um custo de produção bastante competitivo em comparação aos concorrentes.

Considerando-se os recursos medidos e indicados divulgados no relatório anual de 2021, a empresa detém, nos estados de Minas Gerais e Pará, cerca de 14 bilhões de toneladas de minério de ferro com teor médio de 45,8% Fe, sendo que, desse total, cerca de 2,5 bilhões de toneladas (no Sistema Norte) possuem teor médio de 62,6% Fe. Pelas projeções da empresa, as reservas do Sistema Norte (as de melhor qualidade e que possibilitam menores custos de produção) devem durar até pelo menos 2062, ou seja, por mais 40 anos.

Para manter-se como player principal no mercado internacional do minério de ferro, a Vale estabeleceu como política aumentar sua capacidade de produção e incrementar a qualidade de seus produtos. Para o aumento da capacidade de produção, a empresa tem concentrado esforços na região de Carajás, principalmente no complexo S11D, inaugurado em 2016 e que atualmente já responde por mais de 23% do total de produção de minério de ferro da Vale (este foi o percentual de participação em 2021). A meta da empresa é atingir, em médio prazo, uma capacidade de produção de 400 milhões t, ou 85 milhões t a mais do que foi produzido em 2021. Do total da meta, 215 milhões t seriam obtidos no Sistema Norte, 113 milhões t no Sistema Sudeste e 69 milhões t no Sistema Sul.

Leia a matéria completa na edição 421 de Brasil Mineral<\/a>

Foto: Divulgação/Brasil MineralFoto: Divulgação/Brasil Mineral

Leia também

Reformas do posto de saúde do Córrego do Itá seguem em ritmo acelerado

As reformas do posto de saúde do Córrego do Itá, localizado nas proximidades do campo do Passa Bem,...

INDICADORES: Preço do boi gordo tem queda nesta sexta-feira (5)

A cotação da arroba do boi gordo começou a sexta-feira (5) com queda de 0,65% e o produto...

Stop Car e Farmácia Saar avançam às semifinais do Campeonato Perna de Pau

As equipes da Stop Car e da Farmácia Saar avançaram às semifinais do Campeonato Perna de Pau 2022,...

ES: homem acha maço de dinheiro com quase R$ 8 mil em de cédulas falsas e entrega à polícia

  Um homem entregou à polícia um maço com R$ 7.800 em cédulas falsas de R$ 100, na tarde...

Espírito Santo abre seleção para 200 bolsas integrais em cursos técnicos: veja como se inscrever

  Programa Bolsa Técnica oferece bolsas de cursos técnicos no ES — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação Foram abertas, nesta quinta-feira...

Audiência pública sobre a ES-320 em Barra de São Francisco atrai público qualificado

Cerca de 100 pessoas, a maioria moradores das margens da ES-320, entre Barra de São Francisco e Cachoeirinha...

Confira os resultados da Primeira rodada do Campeonato Municipal de Vila Pavão

A Primeira rodada do Campeonato Municipal foi realizada no último domingo (31), com jogos acontecendo no estádio municipal...

1º Prêmio da Música Capixaba: veja os vencedores

  Os vencedores do 1º Prêmio da Música Capixaba foram conhecidos na noite desta quarta-feira (3) em uma grande...