Organização Trump é acusada formalmente de crimes fiscais


A Organização Trump e seu diretor financeiro, Allen Weisselberg, foram acusados formalmente de crimes fiscais pela Procuradoria de Nova York, nesta quinta-feira (1).

Weisselberg é acusado de receber benefícios, como um apartamento em Manhattan e carros de luxo, que não constavam em declarações fiscais. Ele trabalha para Trump há cerca de 50 anos.

“Para ser franco, este foi um esquema de pagamentos ilegais abrangente e audacioso”, disse Carey Dunne, conselheiro geral do promotor distrital de Manhattan, segundo o New York Times

Weisselberg se declarou inocente e seus advogados disseram que ele “lutaria contra essas acusações no tribunal”.


Leia mais

Leia também