Operação na Amazônia Legal atua no combate a crimes ambientais

20200525_domingo-destaque.jpg

Operação na Amazônia Legal atua no combate a crimes ambientais
– Foto:
Ministério da Defesa

O trabalho da Operação Verde Brasil 2 na Amazônia Legal não tem intervalos. A fiscalização revistou, somente do último domingo (24), cerca de 100 veículos e 100 embarcações. Além disso, foram apreendidos 500 metros cúbicos de madeira extraídas ilegalmente, com um total de R$ 580.592,89 em multas. No sábado (23), mais de R$ 4 milhões foram aplicados em multas, durante fiscalização em cinco madeireiras e 48 propriedades no município de Candeias do Jamari, em Rondônia.

As ações da Verde Brasil 2 têm como objetivo combater crimes ambientas e queimadas na Amazônia Legal. A operação teve início em 11 de maio e conta com militares das Forças Armadas que atuam de forma integrada com instituições federais, entidades públicas de proteção ambiental e órgãos de segurança pública e fiscalização.

O Ministério da Defesa disponibilizou, para operação, 3.815 militares, 110 viaturas, 20 embarcações e 12 aeronaves. O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o uso da Força Nacional na última sexta-feira (22). A ação conjunta com as Forças Armadas se dará nas ações de fiscalização, de repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientais e de combate aos incêndios florestais e às queimadas, na área que compreende a Amazônia Legal.

Ministério da Defesa

Combate a delitos

Também nos últimos dias, no Mato Grosso, foram revistados 30 veículos nas localidades de Primavera do Leste, Corixá e Rondonópolis. No município de Comodoro, foram apreendidos 373,72 metros cúbicos de madeira. No mesmo município e em Rondonópolis foram apreendidos 11 caminhões e uma viatura, além de aplicado um termo de infração.

Na região rondoniense de Candeias do Jamari, até o momento, 825,84 hectares de área estão embargados, enquanto o total de madeira apreendida chega a mais de 2,2 mil metros cúbicos, valor superior a R$ 1,1 milhão.

No Pará, no município de Medicilândia, foram revistados e apreendidos três caminhões. Em São Félix do Xingu, foi apreendida uma escavadeira. As vistorias resultaram na apreensão de 170 metros cúbicos de madeira.

No estado do Amazonas, uma lâmina de motosserra e um pulverizador foram recolhidos no município de Boca do Acre.

As ações da Operação Verde Brasil 2 também acabaram coibindo crimes não relacionados a ilícitos ambientais. Durante as ações de vistoria e fiscalização foram encontrados e apreendidos mais de 120 quilos de maconha, no Mato Grosso. Foram apreendidos. ainda, cerca de 200 quilos de pasta base de cocaína.

Ministério da Defesa

Operações fluviais

Como uma das características da região amazônica é o uso em larga escala dos rios para o deslocamento de pessoas e mercadorias, as ações de fiscalização também ocorrem nos rios da Amazônia Legal com o patrulhamento e a vistoria de embarcações.

Já foram feitas inspeções na calha do Rio Madeira, em Rondônia, e em rios do Amazonas. No total, foram revistadas 54 embarcações. Nas cidades paraenses de Belém e Almeirim, por exemplo, foram vistoriadas cinco embarcações, e uma foi apreendida.

No interior do Pará, além de inspeção, no último sábado (23), a Capitania Fluvial de Santarém fez ações de conscientização ambiental para navegantes e população ribeirinha.

Verde Brasil 2

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União e tem validade para o período de 11 de maio a 10 de junho.

 

Leia mais

Governo assina convênios para reconstrução de escolas em Vitória nesta terça (23)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Sedu), realiza, nesta terça-feira (23), a...

Estados e municípios vão receber R$ 71 milhões para manutenção do transporte escolar

Estados e municípios vão receber investimento da ordem de R$ 71 milhões para investimento em ações voltadas ao transporte escolar. O montante transferido do...

Barra de São Francisco registra 30ª morte por Coronavírus

O município de Barra de São Francisco registrou nesta segunda-feira, 05 de outubro de 2020, a 30ª morte por Coronavírus. A informação foi confirmada no...

Leia também

Casal comemora 60 anos de união em Nova Venécia

» Maurílio Cicutti, 82 anos, e Nair Santana Cicutti, 80, comemoraram 60 anos de casados No último dia 15, os moradores de Nova Venécia, Maurílio...

Veneciano tem empresa de tijolo na Flórida e afirma que País é lugar das oportunidades

» Rodrigo Scamparle possui empresa de instalação de tijolo de concreto, na Flórida Estando há 16 anos residindo nos Estados Unidos, Rodrigo Scamparle, 37 anos,...

Grupo VSB Granitos e Posto do Elias entregam presentes no Dia das Crianças

O Grupo VSB Granitos e Posto do Elias entregaram no Dia das Crianças, brinquedos e cestas básicas no Posto do Elias e no bairro...

ONDE “DORMEM” OS MORTOS: OS PRIMEIROS CEMITÉRIOS NO SERTÃO DO CRICARÉ

» Detalhe de foto datada do início da década de 1950 onde se vê o primeiro Cemitério Público de Nova Venécia ao fundo da...