ONU pede ações ousadas para enfrentar a pandemia


O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, destacou os grandes desafios que persistem até hoje para garantir vacinas contra a Covid-19 disponíveis e acessíveis da maneira mais rápida.

Por meio de sua conta oficial no Twitter, o mais alto representante das Nações Unidas indicou que a recuperação global pode se atrasar se a tendência perigosa de nacionalismo e acumulação de doses por parte dos países mais ricos continuar, informa a Prensa Latina.

Só juntos vamos derrotar a pandemia, observou ele, dizendo que nenhum elemento da resposta global a essa crise de saúde está indo como deveria, desde a produção e distribuição de vacinas até o apoio às economias em desenvolvimento.

“Somente por meio de uma ação ousada e ambiciosa terminaremos esta era de perdas terríveis e conduziremos uma recuperação sustentável e inclusiva, acrescentou.”

No início de março passado, Guterres lançou uma campanha internacional que defende que as vacinas contra a Covid-19 estão disponíveis para todos, em qualquer lugar do mundo.

Este ano de crise causou uma onda de sofrimento e só juntos podemos acabar com a pandemia e voltar às coisas que amamos, disse também o chefe da ONU na ocasião.

Nenhum país poderá enfrentar esta crise sozinho, governos e empresas devem compartilhar tecnologia e informações para garantir a distribuição das vacinas, disse. 

Dessa forma, ele acrescenta o apelo para que haja acesso justo e equitativo às vacinas contra a Covid-19.

Aumentar a fabricação e produção de vacinas, ampliar o financiamento e compartilhar as doses excedentes pode significar o fim da pandemia, destaca o site da campanha.

Da mesma forma, ele defende que os governos trabalhem juntos para garantir que ninguém seja deixado para trás.

António Guterrez, Secretário-geral da ONU  

António Guterrez, Secretário-geral da ONU   (Foto: UN Photo / Jean-Marc Ferré)

Leia mais

Leia também